Human Rights Watch pede à UE “ações concretas” para salvar vidas no Mediterrâneo

23 de outubro de 2013

Internacional



Human Rights Watch pede à UE "ações concretas" para salvar vidas no Mediterrâneo
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-10-23/human-rights-watch-pede-ue-%E2%80%9Cacoes-concretas%E2%80%9D-para-salvar-vidas-no-mediterraneo
Oct 23rd 2013, 10:00

Da Agência Brasil*
Brasília - A organização de defesa dos direitos humanos Human Rights Watch (HRW) pediu hoje (23) aos líderes da União Europeia (UE) ações concretas para evitar mortes de imigrantes ilegais no Mediterrâneo. Em um comunicado, a HRW enfatizou a necessidade de facilitar, também, o acesso de refugiados da Síria.
O apelo, dirigido aos chefes de Estado e de governo do bloco, que se reúnem entre hoje e amanhã (24) em Bruxelas, na Bélgica, reforça a necessidade de debates sobre o tema. O assunto foi incluído na pauta devido ao aumento da quantidade de acidentes ultimamente, especialmente, por causa do naufrágio próximo à ilha de Lampedusa, na Itália, que deixou cerca de 300 mortos.
"Os líderes europeus deviam ir além das expressões de pesar e se comprometer com ações concretas que ajudem a prevenir mais mortes de migrantes no mar. Novas propostas para aumentar a vigilância no Mediterrâneo têm de estar centradas em salvar vidas e não em impedir a entrada na UE", disse a subdiretora da HRW para a Europa Ocidental, Judith Sunderland, no comunicado.
A Human Rights Watch criticou a política europeia por se centrar em impedir a saída dos imigrantes da Costa do Norte de África e proibir a entrada em território europeu. A organização indica que a prática é causada por disputas antigas entre os Estados do Mediterrâneo sobre a responsabilidade pelas operações de resgate, pela determinação de quem pode chegar em terra e pelos pedidos de imigração e de asilo.
A organização sugere que os europeus considerem medidas como centrar a vigilância marítima no salvamento de vidas, incluir nas regras de funcionamento da agência europeia de controle de fronteiras (Frontex) a obrigação de encaminhar quaisquer migrantes salvos do mar para o porto europeu mais próximo e garantir segurança aos navios privados que resgatem migrantes.
A organização pede ainda mais proteção aos refugiados da Síria por meio da rápida apreciação dos pedidos de asilo, da suspensão dos repatriamentos forçados enquanto persistir o conflito armado no país.
*Com informações da Agência Lusa
Edição: Talita Cavalcante
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir o material é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/hPP/fnCRwS

Espalhe:

Comentário(s)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Explore o MAXX

Notícias
Nacional

Internacional
Finanças
Política
Justiça
Segundo Caderno
Esportes


Educação
Inovação

Serviços
Barra de Ferramentas

Buscador
Previsão do Tempo
Tradutor
Viagens

Entretenimento
Cultura

Famosos
MAXX FM
Música
Sobre Rodas
Stations (Busca Rádios)

Estilo de vida
Homem

Mulher

Chat
Amizade

Encontros
Livre
Paquera
Sexo (+ 18 anos)
Webmasters
Outras salas

Fale conosco
Atendimento Virtual
Avalie-nos
E-mail

Fone Fácil
Fórum
Reclame Aqui
Redes Sociais

Copyright 2008 - 2017 © Ouni - Todos os direitos reservados.
"O uso desse website significa que você aceita os Termos de Uso e a Política de Privacidade, em especial no que tange ao uso de cookies."

Informações Importantes | Política de Privacidade | Termos de Uso

Vá para o Ouni