Líder oposicionista birmanesa recebe na França prêmio outorgado há 23 anos

22 de outubro de 2013

Internacional



Líder oposicionista birmanesa recebe na França prêmio outorgado há 23 anos
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-10-22/lider-oposicionista-birmanesa-recebe-na-franca-premio-outorgado-ha-23-anos
Oct 22nd 2013, 17:06

Da Agência Lusa


Brasília – A líder oposicionista birmanesa Aung San Suu Kyi, de 68 anos, recebeu hoje (22), em Estrasburgo, na França, o Prêmio Sakharov, que lhe foi atribuído há 23 anos. Ela pediu aos europeus que ajudem a Birmânia a concluir o processo de democratização. O país está sob regime militar desde o começo da década de 90 do século passado.
O Prêmio Sakharov para a Liberdade de Pensamento, criado em 1985, é uma homenagem a pessoas ou organizações que lutam em defesa dos direitos humanos e da liberdade. Suu Kyi iria disputar o cargo de primeira-ministra da Birmânia em 1990, mas, antes da eleição, foi posta em prisão domiciliar pelo regime militar instituído no país, e ficou nessa situação por 15 anos. Desde então, Syy Kyi é um símbolo de desobediência civil e luta pela liberdade e pela democracia. Em 1991, ela ganhou o Prêmio Nobel da Paz.
Suu Kyi foi recebida com aplausos no Parlamento Europeu, onde recebeu o prêmio do presidente da câmara, o alemão Martin Schulz. Em liberdade há apenas três anos, a líder birmanesa só agora pôde receber em mãos o prêmio que lhe foi atribuído em 1990.
"Você lutou, sofreu, mas o principal é que venceu", disse Martin Schulz, saudando Suu Kyi como "um grande exemplo de liberdade e de democracia".
"Devemos ser pragmáticos: registramos progressos desde 1990, mas os progressos são insuficientes. Espero que nos ajudem a libertar o nosso povo do medo, porque esse medo ainda existe", pediu Suu Kyi, no discurso de agradecimento.
A ida a Estrasburgo faz parte de uma série de visitas da líder birmanesa à Europa para convencer os dirigentes do continente a pressionarem o governo de seu país a progredir em relação a reformas e, especificamente, a alterar a Constituição.
"As pessoas começam a aprender a fazer perguntas: a liberdade de pensamento e de consciência são direitos que ainda não estão garantidos a 100% [das pessoas]", informou, defendendo a mudança da Constituição para consagrar essas liberdades.
Suu Kyi também pediu ajuda da União Europeia para combater a elevada taxa de desemprego na Birmânia, que afeta especialmente os jovens no que a opositora classificou como uma "bomba relógio".



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/hPP/fnCRwS

Espalhe:

Comentário(s)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Explore o MAXX

Notícias
Nacional

Internacional
Finanças
Política
Justiça
Segundo Caderno
Esportes


Educação
Inovação

Serviços
Barra de Ferramentas

Buscador
Previsão do Tempo
Tradutor
Viagens

Entretenimento
Cultura

Famosos
MAXX FM
Música
Sobre Rodas
Stations (Busca Rádios)

Estilo de vida
Homem

Mulher

Chat
Amizade

Encontros
Livre
Paquera
Sexo (+ 18 anos)
Webmasters
Outras salas

Fale conosco
Atendimento Virtual
Avalie-nos
E-mail

Fone Fácil
Fórum
Reclame Aqui
Redes Sociais

Copyright 2008 - 2017 © Ouni - Todos os direitos reservados.
"O uso desse website significa que você aceita os Termos de Uso e a Política de Privacidade, em especial no que tange ao uso de cookies."

Informações Importantes | Política de Privacidade | Termos de Uso

Vá para o Ouni