Banco Central norte-americano reduz estímulo à economia

18 de dezembro de 2013

Internacional



Banco Central norte-americano reduz estímulo à economia
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-12-18/banco-central-norte-americano-reduz-estimulo-economia
Dec 18th 2013, 17:28

Wellton Máximo

Repórter da Agência Brasil
Brasília – O Federal Reserve (Fed), o Banco Central norte-americano, anunciou hoje (18) que vai reduzir de US$ 85 bilhões mensais para US$ 75 bilhões por mês as compras de títulos públicos que injetam dinheiro na maior economia do planeta. A decisão foi anunciada hoje, após reunião do órgão. A diminuição dos estímulos deve começar em janeiro.
No ano passado, o Fed iniciou um programa de aquisição de títulos da dívida pública norte-americana, num esforço destinado a manter os juros baixos e apoiar a economia do país. Desde o fim de maio, a autoridade monetária dos Estados Unidos tinha indicado que poderia reduzir as ajudas monetárias por causa da recuperação da economia do país.
A possibilidade de redução dos estímulos vinha provocando instabilidade nos mercados financeiros mundiais nos últimos meses. Com a diminuição das injeções monetárias, o volume de dólares em circulação cai, aumentando o preço da moeda em todo o mundo. No Brasil, o dólar comercial fechou em R$ 2,3426 para venda, com alta de 0,86%, mas os efeitos da medida sobre a cotação só devem ser sentidos amanhã (19), porque a decisão foi anunciada logo após o fechamento do mercado de câmbio.
Mais cedo, em encontro de fim de ano com jornalistas, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, tinha comentado a possibilidade de o Banco Central norte-americano reduzir os estímulos. Para o ministro, a diminuição das injeções monetárias provocará instabilidade no câmbio. Mas ele disse ser desejável que o Fed atue com rapidez para evitar a prolongação de incertezas.
"Haverá uma redução de estímulos que poderá causar volatilidade no câmbio. Não sei de quanto será essa volatilidade, até porque o próprio mercado já repassou boa parte [do impacto da medida] para a taxa de câmbio nos últimos meses, mas a instabilidade será passageira. Gostaria inclusive que tudo fosse anunciado hoje, para não prolongar as incertezas na economia mundial", declarou o ministro.
De acordo com Mantega, o Brasil está preparado para lidar com uma eventual disparada do dólar nos próximos meses por causa das reservas internacionais em torno de US$ 375 bilhões e das operações de swap do Banco Central, que vende dólares no mercado futuro para conter a pressão sobre o câmbio. O ministro lembrou que a retirada dos estímulos é consequência da recuperação da economia dos Estados Unidos, que trará efeitos positivos para o resto do mundo no médio prazo.
"A economia americana irradia crescimento para o resto do mundo. Para o Brasil, o bom desempenho dos Estados Unidos é importante porque o comércio global crescerá e o país poderá exportar mais em 2014", destacou Mantega.
*Com informações da Agência Lusa // Edição: Juliana Andrade e Nádia Franco // Matéria ampliada às 17h55



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/hPP/fnCRwS

Espalhe:

Comentário(s)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Explore o MAXX

Notícias
Nacional

Internacional
Finanças
Política
Justiça
Segundo Caderno
Esportes


Educação
Inovação

Serviços
Barra de Ferramentas

Buscador
Previsão do Tempo
Tradutor
Viagens

Entretenimento
Cultura

Famosos
MAXX FM
Música
Sobre Rodas
Stations (Busca Rádios)

Estilo de vida
Homem

Mulher

Chat
Amizade

Encontros
Livre
Paquera
Sexo (+ 18 anos)
Webmasters
Outras salas

Fale conosco
Atendimento Virtual
Avalie-nos
E-mail

Fone Fácil
Fórum
Reclame Aqui
Redes Sociais

Copyright 2008 - 2018 © Ouni - Todos os direitos reservados.
"O uso desse website significa que você aceita os Termos de Uso e a Política de Privacidade, em especial no que tange ao uso de cookies."

Informações Importantes | Política de Privacidade | Termos de Uso

Vá para o Ouni