Primeiros resultados apontam para segundo turno no Chile

17 de novembro de 2013

Internacional



Primeiros resultados apontam para segundo turno no Chile
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-11-17/primeiros-resultados-apontam-para-segundo-turno-no-chile
Nov 17th 2013, 21:21

Monica Yanakiew

Correspondente da Agência Brasil/EBC

Santiago – Duas horas depois do fechamento das urnas, a socialista Michelle Bachelet liderava a disputa pela Presidência do Chile, com 46,65% dos votos. O percentual é quase o dobro registrado para a segunda colocada, a candidata da aliança de direita no governo, Evelyn Matthei, que estava com 25,23%. A diferença, entretanto, não é o suficiente para garantir a vitória no primeiro turno.

Pela primeira vez, os chefes de campanha das duas candidatas admitiram a possibilidade de um segundo turno, em dezembro, para definir quem presidirá o Chile nos próximos quatro anos. E os dois lados comemoravam vitória.

Os eleitores de Bachelet dizem que ela conseguiu muito, tendo em vista que disputava o cargo com oito candidatos – o maior número em uma eleição presidencial desde o retorno da democracia, há 24 anos. Já o governo do presidente Sebastian Piñera também comemora porque, até hoje (17), os analistas indicavam que Bachelet ganharia no primeiro turno. O segundo turno, se houver, será em dezembro.





You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/hPP/fnCRwS

Avião cai e deixa 50 mortos na Rússia

Internacional



Avião cai e deixa 50 mortos na Rússia
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-11-17/aviao-cai-e-deixa-50-mortos-na-russia
Nov 17th 2013, 19:25

Moscou – As 50 pessoas que estavam a bordo do avião de passageiros que caiu hoje no aeroporto de Kazan, capital da República de Tartaristão (Rússia), morreram, de acordo com informações do Ministério para as Situações de Emergências russo.
"Segundo as informações preliminares, todas as pessoas que estavam a bordo do aparelho – 44 passageiros e seis membros da tripulação – morreram", disse a porta-voz do ministério, Irina Rossious, que ressaltou que não haviam crianças entre os passageiros.
O ministério divulgou em comunicado que o avião, que fazia a ligação interna entre Moscou e Kazan, caiu às 19h25 locais (13h25 hora de Brasília). O aparelho, proveniente do Aeroporto Domodedovo em Moscou, "caiu na pista de aterrissagem e pegou fogo", aponta o comunicado do comitê de inquérito russo.
Segundo as agências de notícias russas, o avião da companhia aérea Tatarstan fez três tentativas de aterragem antes de cair. Uma fonte das forças de segurança da República do Tartaristão, citada pela agência russa Interfax, suspeita de que um erro do piloto poderia estar na origem do acidente. As autoridades locais também trabalham com a hipótese de uma eventual falha técnica.
Vários homens dos serviços de bombeiros e dos serviços de emergência estão no local do acidente.
O Aeroporto Internacional de Kazan, que fica a cerca de 700 quilômetros da capital russa, encontra-se fechado até novas ordens.



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/hPP/fnCRwS

Estudantes ocupam central de comando da campanha de Michelle Bachelet para defender reforma educacional

Internacional



Estudantes ocupam central de comando da campanha de Michelle Bachelet para defender reforma educacional
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-11-17/estudantes-ocupam-central-de-comando-da-campanha-de-michelle-bachelet-para-defender-reforma-educacion
Nov 17th 2013, 17:22

Monica Yanakiew

Correspondente da Agência Brasil/EBC
Santiago – Um grupo de estudantes ocupou nesta tarde (17) o comando de campanha da socialista Michelle Bachelet – a favorita, segundo as pesquisas oficiais, entre os nove candidatos às eleições presidenciais que se realizam hoje. A ocupação ocorreu enquanto muitos dos 12 milhões de chilenos em idade de votar estavam indo às urnas. Foi o primeiro sinal de que o próximo governo, qualquer que seja o vencedor do pleito, enfrentará muitas demandas sociais.
"Queremos uma verdadeira reforma no sistema de educação e não pequenas mudanças", disse a presidenta da Federação de Estudantes da Universidade do Chile, Melissa Sepulveda, uma das líderes do movimento estudantil. "O movimento estudantil radicalizou-se por falta de avanços", disse.
O movimento estudantil começou no governo de Michelle Bachelet (2006-2010), quando os alunos de ensino médio se organizaram para pedir transporte público gratuito. No Chile, o ensino foi privatizado na ditadura militar. O governo prefere subsidiar escolas secundárias privadas, que, por sua vez, cobram menos dos seus alunos, do que investir mais na educação pública. Já as universidades são todas pagas. Quem não tem dinheiro pode pedir empréstimos, mas, quando se forma, já tem uma dívida que pode demorar mais de dez anos para ser paga.
Por isso, os universitários somaram-se aos estudantes de ensino médio, em 2011, durante o governo de direita do atual presidente, Sebastian Piñera, e paralisaram o país exigindo educação gratuita e de qualidade para todos. Piñera reduziu os juros dos créditos estudantis, mas não cedeu a todas as exigências. Agora, Bachelet disputa um segundo mandato e todas as pesquisas de opinião indicam que ela ganhará – possivelmente no primeiro turno.
Mas, antes mesmo das urnas fecharem, o que ocorrerá às 19h de Brasília (18h em Santiago), os estudantes ocuparam o centro de comando da campanha de Michelle Bachelet, para demonstrar que vão continuar protestando – mesmo se o novo governo for de esquerda e tiver o apoio de ex-líderes estudantis. Dois líderes estudantis que convocaram os protestos de 2011 e 2012 – Camilla Vallejos e Giorgio Jackson - são candidatos ao Congresso pela aliança de partidos de centro-esquerda que apoia Bachelet. Os chilenos estão escolhendo hoje o presidente, os deputados e senadores.
O problema, no Chile, é que o presidente tem pouca margem de manobra a não ser que consiga mudar a Constituição, herdada da ditadura de Augusto Pinochet. Pelo atual sistema eleitoral, o chefe de Estado só tem maioria no Congresso se seus candidatos dobrarem o número de votos do adversário. Caso contrário, tem que ceder vagas ao segundo colocado – ou seja, a disputa parlamentar termina em empate e qualquer mudança só pode ser feita por meio de uma negociação.
Edição: Lana Cristina

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias, é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/hPP/fnCRwS

Chilenos que defendem reforma constitucional podem dar voto paralelo nas redes sociais

Internacional



Chilenos que defendem reforma constitucional podem dar voto paralelo nas redes sociais
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-11-17/chilenos-que-defendem-reforma-constitucional-podem-dar-voto-paralelo-nas-redes-sociais
Nov 17th 2013, 09:46

Monica Yanakiew

Correspondente da Agência Brasil/EBC
Santiago – Os chilenos terão a oportunidade neste domingo (17) de participar de uma eleição paralela, convocada por um grupo de amigos através das redes sociais. Quem apoiar a proposta de convocar uma Assembleia Constituinte para reformar a Constituição, herdada da ditadura militar, deve marcar as letras "AC" no canto superior direito da cédula, com os nomes dos nove candidatos às eleições presidenciais.
A campanha Marque Seu Voto começou timidamente há seis meses, mas foi ganhando adeptos nos meios artísticos e em todo o país. Apesar de não constituírem um partido, nem terem recursos ou acesso à mídia, em seis meses, os criadores da campanha conseguiram montar equipes em 15 das principais cidades chilenas e formar 3 mil "cidadãos observadores" que – com o apoio de algumas alianças partidárias – contarão os votos marcados com AC.
"Podemos ter muitos, poucos ou quase nenhum voto, mas já conseguimos um dos nossos objetivos: instalar no Chile o debate sobre a necessidade de convocar eleições, para escolher os membros de uma Assembleia Constituinte, e reformar a Constituição", disse, em entrevista à Agência Brasil, o coordenador da campanha, Ignacio Iriarte. "Um sinal de sucesso é que já fomos tema de quatro editoriais do jornal conservador El Mercurio, que nos considera uma ameaça à estabilidade das instituições chilenas".
A reforma constitucional é uma das principais bandeiras da socialista Michelle Bachelet – candidata da aliança de partidos de centro-esquerda à presidência e favorita de todas as pesquisas de opinião. Mas vários dos outros oito candidatos a presidente também propõem mudar a Constituicao, que limita a atuação dos políticos em geral e a ingerência do Estado na economia.
Pelo atual sistema eleitoral chileno, o governo só tem maioria no Congresso se seus candidatos conseguirem dobrar o número de votos do adversário. Caso contrário, uma bancada vai para o partido mais votado e a segunda, para o segundo colocado. "Como o novo Congresso será eleito por esse sistema continuará sendo igual ao velho, no sentido de que não representa a vontade da maioria", explicou Iriarte. "Nossa campanha é uma forma de pressionar o novo governo a ouvir as vozes das ruas", concluiu.
Edição: Lana Cristina
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias, é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/hPP/fnCRwS

Chile vai às urnas em uma das eleições mais disputadas desde o retorno à democracia

Internacional



Chile vai às urnas em uma das eleições mais disputadas desde o retorno à democracia
http://agenciabrasil.ebc.com.br/galeria/2013-11-17/chile-vai-urnas-em-uma-das-eleicoes-mais-disputadas-desde-retorno-democracia
Nov 17th 2013, 11:10





You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/hPP/fnCRwS

Explore o MAXX

Notícias
Nacional

Internacional
Finanças
Política
Justiça
Segundo Caderno
Esportes


Educação
Inovação

Serviços
Barra de Ferramentas

Buscador
Previsão do Tempo
Tradutor
Viagens

Entretenimento
Cultura

Famosos
MAXX FM
Música
Sobre Rodas
Stations (Busca Rádios)

Estilo de vida
Homem

Mulher

Chat
Amizade

Encontros
Livre
Paquera
Sexo (+ 18 anos)
Webmasters
Outras salas

Fale conosco
Atendimento Virtual
Avalie-nos
E-mail

Fone Fácil
Fórum
Reclame Aqui
Redes Sociais

Copyright 2008 - 2017 © Ouni - Todos os direitos reservados.
"O uso desse website significa que você aceita os Termos de Uso e a Política de Privacidade, em especial no que tange ao uso de cookies."

Informações Importantes | Política de Privacidade | Termos de Uso

Vá para o Ouni