Greve de policiais causa saques, depredações e mortes na cidade argentina de Córdoba

4 de dezembro de 2013

Internacional



Greve de policiais causa saques, depredações e mortes na cidade argentina de Córdoba
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-12-04/greve-de-policiais-causa-saques-depredacoes-e-mortes-na-cidade-argentina-de-cordoba
Dec 4th 2013, 22:40


Monica Yanakiew

Correspondente da Agência Brasil/EBC



Buenos Aires – Duas pessoas morreram e mais de 100 ficaram feridas durante 40 horas de saques a estabelecimentos comerciais de Córdoba – a segunda maior cidade argentina e capital da província (estado) com o mesmo nome. A violência, que terminou na tarde de hoje (4), começou na noite dessa terça-feira (3), durante uma greve da Polícia Provincial, que pedia aumento de salário.
Aproveitando a falta de policiamento, milhares de pessoas – a maioria jovens – invadiram as lojas, depredaram e roubaram carrinhos de supermercados cheios de produtos. O governador, Jose Manuel de La Sota, interrompeu uma viagem ao exterior para negociar um acordo com os policiais grevistas, que voltaram ao trabalho na tarde desta quarta-feira.
De la Sota, no entanto, disse que a greve foi decidida depois que mandou fechar 100 bordéis controlados por oficiais corruptos e responsabilizou o governo federal pela escalada da violência, alegando que não enviou forcas de segurança para ajudá-lo a controlar os saques. O governador, considerado um rival político da presidenta Cristina Kirchner, também acusa o governo federal de reter o dinheiro que deve às províncias administradas pela oposição.
"É como se tivéssemos que queimar nossas carteiras de identidade argentinas, porque alguns não nos consideram como parte da Argentina", disse De la Sota, em um discurso hoje. Na Argentina, o governo federal recolhe impostos, para distribuí-los às províncias. E os governadores, historicamente, têm reclamado da forma como o dinheiro e repartido.
O chefe de gabinete da presidenta Cristina Kirchner, Jorge Capitanich, rechaçou as acusações. Ele disse que, na Argentina, as províncias gozam de autonomia e são responsáveis por questões de segurança pública. No caso de Córdoba, disse Capitanich, "trata-se de um problema salarial" que cabe ao governador resolver.
De la Sota chegou a um acordo com a polícia de Córdoba, concedendo um aumento. Ele deve se reunir com Capitanich, em Buenos Aires, na próxima terça-feira (10).


Edição: Aécio Amado
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. É necessário apenas dar crédito à Agência Brasil





You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/hPP/fnCRwS

Maduro recebe Plano Pátria, documento escrito por Hugo Chávez com diretrizes para o governo

Internacional



Maduro recebe Plano Pátria, documento escrito por Hugo Chávez com diretrizes para o governo
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-12-04/maduro-recebe-plano-patria-documento-escrito-por-hugo-chavez-com-diretrizes-para-governo
Dec 4th 2013, 21:32


Leandra Felipe*

Correspondente da Agência Brasil/EBC
Bogotá - O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, recebeu hoje (4) o Plano da Pátria 2013-2019 – aprovado ontem (3) como a Lei da República. O documento traz as diretrizes que o governo venezuelano deverá seguir nos próximos anos. De acordo com Maduro, o plano foi escrito a mão pelo presidente Hugo Chávez, e deixado como 'testamento' para o planejamento governamental. Um ato solene marcou a entrega do plano. Cerimônia transmitida em cadeia nacional de rádio e TV.
"Eu chamo vocês [povo] para trabalharmos juntos, para que trabalhemos pela paz, para que possamos converter o Plano da Pátria em uma carta de navegação para o futuro. Não é um plano feito por um grupo de especialistas em marketing internacional, para enganar o povo e nem um conjunto de propostas vazias", disse.
O plano foi aprovado pela Assembleia Nacional Constituinte venezuelana. O documento foi escrito por Chávez após uma convocatória feita por ele, quando, em meio ao tratamento contra o câncer, chamou os movimentos sociais que compõem o Poder Popular, que em novembro do ano passado debateram ideias em todo o país para criá-lo.
O texto será usado para direcionar as ações governamentais em matéria social, econômica e cultural. O plano visa à "preservação da independência nacional, a continuidade da construção do modelo socialista do século 21, além de estabelecer a meta de transformar a Venezuela em uma potência mundial, bem como construir um mundo pluripolar e salvar a vida do planeta".
Para o governo de Nicolás Maduro e apoiadores do chavismo, o Plano da Pátria 2013-2019 é considerado o testamento político de Chávez que "ordena os objetivos para dar continuidade à revolução bolivariana no país".
Durante a cerimônia no Palácio Miraflores, em Caracas, Maduro rejeitou as críticas da oposição, que não queria a aprovação dalei. "Não é nada novo que esta velha classe política da oposição venezuelana tenha usado falsos argumentos para negar a aprovação do plano", disse.
A oposição critica o fato de o texto ter sido aprovado como Lei da República, e ainda o fato de que o documento contempla um acordo cívico-militar para proteger o atual governo.
Além da entrega do plano, na reta final da campanha eleitoral, o governo procura manter vivo o nome de Hugo Chávez e a ideia de continuidade do atual governo. Em novembro, o governo decretou o dia 8 de dezembro como o "Dia da Lealdade e do Amor ao Comandante Chávez", o decreto de número 541 foi publicado no Diário Oficial venezuelano, para "exortar o povo a honrar a herança do comandante supremo Hugo Chávez".
A oposição também luta para conquistar mais prefeituras. O governador de Miranda e líder dos oposicionistas, Henrique Capriles, percorreu o país nos últimos meses tentando convencer o eleitorado a ampliar o apoio aos partidos opositores.


*Com informações da Agência Venezuelana de Notícias (AVN) e Agência Lusa

Edição: Aécio Amado
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. É necessário apenas dar crédito à Agência Brasil





You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/hPP/fnCRwS

Segundo dia de conferência da OMC em Bali termina sem avanços sobre Rodada Doha

Internacional



Segundo dia de conferência da OMC em Bali termina sem avanços sobre Rodada Doha
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-12-04/segundo-dia-de-conferencia-da-omc-em-bali-termina-sem-avancos-sobre-rodada-doha
Dec 4th 2013, 17:51

Carolina Sarres*

Repórter da Agência Brasil
Brasília - O segundo dia de negociações da 9ª Conferência Ministerial da Organização Mundial de Comércio (OMC), em Bali, na Indonésia, terminou hoje (4) sem avanços significativos sobre o impasse instalado nas negociações em torno da Rodada Doha, aberta há 12 anos e considerada estratégica para aumentar o volume do comércio mundial.
A maioria dos 55 membros que discursaram nesta quarta-feira pediram que o diretor-geral da organização, o diplomata brasileiro Roberto Azevêdo, converse com os países que ainda têm ressalvas em relação ao Pacote de Bali - as dez medidas que têm sido negociadas na conferência com o objetivo de viabilizar o encerramento da Rodada Doha.
"A 9ª Reunião Ministerial não pode ser a maçã que botou a Branca de Neve para dormir. Gerações vão nos julgar pelo que alcançamos aqui", alertou a ministra do Comércio da Alemanha, Anne Ruth Herkes. "Neste momento, o fracasso é, lamentavelmente, a hipótese mais provável. Se tivesse de apostar, apostaria 80% nessa hipótese", disse o presidente da Comissão de Comércio Internacional do Parlamento Europeu, Vital Moreira.
No pacote, os principais temas são relacionados à facilitação do comércio (com a simplificação de regras aduaneiras portuárias) e à agricultura. As críticas são, principalmente, de que o acordo está desequilibrado. Para os países em desenvolvimento, o texto exige que a abertura de seus mercados às importações dos países desenvolvidos seja um compromisso taxativo. Em contrapartida, o acordo em agricultura para permitir a abertura dos países desenvolvidos não tem metas.
Outro impasse importante é a questão da Índia. Segundo o ministro do Comércio e da Indústria indiano, Anand Sharma, qualquer acordo multilateral tem de estar de acordo com o compromisso do país em eliminar a fome. Sharma lembrou que o combate à fome é, inclusive, um dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM) das Nações Unidas.
A agricultura é um tema sensível para a Índia, que subsidia o setor rural como estímulo à produção de alimentos à população de cerca de mais de 1,2 bilhão de pessoas e à manutenção de parte dessa população nas áreas rurais.
Neste segundo dia, além das negociações sobre o Pacote de Bali, a OMC aprovou a adesão do Iêmen à organização, que será oficializada 30 dias depois de ratificado o acordo pelo país. A OMC parabenizou o Iêmen pelas reformas que conduziu nos últimos 13 anos para entrar na organização. "Celebramos adesões não pelo que significa a um único país, mas ao que significa a essa organização", disse o diretor-geral Roberto Azevêdo.
*Com informações da Lusa, da Itar Tass e da agência de notícias da China, Xinhua
Edição: Davi Oliveira
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias, é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/hPP/fnCRwS

Agência Internacional de Energia Atômica elogia progressos em Fukushima

Internacional



Agência Internacional de Energia Atômica elogia progressos em Fukushima
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-12-04/agencia-internacional-de-energia-atomica-elogia-progressos-em-fukushima
Dec 4th 2013, 12:58

Da Agência Brasil*
Brasília - Peritos da Agência Internacional de Energia Atômica (Aiea) saudaram hoje (4) os esforços e os progressos no trabalho de descontaminação na central de Fukushima, no Japão, mas observaram que a situação continua muito difícil. Segundo os técnicos, um dos maiores problemas - a água radioativa acumulada no local - poderá ser resolvido por meio do lançamento da água no mar, com base em estudos de impacto ambiental, assim que o nível de contaminação atinja um valor aceitável. Pescadores locais, países vizinhos e grupos ambientalistas, no entanto, são radicalmente contra a proposta.
Dezenove peritos da Aiea, uma agência da Organização das Nações Unidas (ONU) estiveram no Japão para examinar os meios usados pela companhia gestora da central, a Tokyo Electric Power (Tepco), e pelas autoridades do país para preparar o desmantelamento das instalações destruídas pelo tsunami de março de 2011.
"Foram feitos grandes progressos na estratégia e na distribuição dos recursos necessários ao processo de desmantelamento", disse o diretor da missão, Juan Carlos Lentijo.
A avaliação dos peritos teve como foco a gestão da água contaminada não filtrada e sobre a operação de retirada dos depósitos de combustível usado da piscina de desativação de um dos reatores. A retirada começou no mês passado e, segundo a Tepco, até o momento, não houve incidentes.
Na questão da água contaminada, o maior problema é a infiltração nas piscinas dos reatores no subsolo da central, que têm fissuras nas paredes causadas pelo tsunami. O eventual lançamento de água contaminada no Pacífico pressupõe a eliminação de césio e de mais 62 elementos radioativos atualmente encontrados na água armazenada, como o trítio.
A missão da Aiea vai redigir um relatório completo nos próximos dois meses. O roteiro para desmantelamento da central de Fukushima prevê um processo que levará entre três e quatro décadas.
*Com informações da Agência Lusa
Edição: Davi Oliveira
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias, é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/hPP/fnCRwS

União Europeia pede flexibilidade à Índia em reunião da OMC

Internacional



União Europeia pede flexibilidade à Índia em reunião da OMC
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-12-04/uniao-europeia-pede-flexibilidade-india-em-reuniao-da-omc
Dec 4th 2013, 09:55

Da Agência Brasil*
Brasília - A União Europeia (UE) pediu hoje (4) que a Índia mostre "provas de flexibilidade" depois de ter recusado um acordo sobre subsídios agrícolas em discussão na nona reunião ministerial da Organização Mundial do Comércio (OMC), que começou ontem (3) em Bali, na Indonésia. O acordo proposto pretende autorizar um aumento temporário do limite dos subsídios para o setor agrícola indiano visando a apoiar os programas alimentares do país.
"Não é impossível chegar a uma solução, mas é preciso que a Índia mostre flexibilidade", disse o comissário europeu para o Comércio, Karel de Gucht.
Para ele, um fracasso em Bali causaria questionamentos sobre as bases da OMC, que ficariam "respirando com a ajuda de aparelhos". Segundo Gucht, a falta de consenso representaria também uma ameaça à pertinência da entidade enquanto instância reguladora de conflitos comerciais.
Os membros da OMC estão reunidos desde ontem para a conferência ministerial vista como decisiva para o futuro da organização. As negociações no âmbito da Rodada Doha estão em curso desde 2001 e, de certa forma, estagnadas desde 2008.
O chamado "Pacote de Bali", bem menos ambicioso do que o plano desenhado há 12 anos em Doha, com o objetivo de reduzir as barreiras comerciais, está sendo debatido no encontro, que irá até sexta-feira (6). O mesmo pacote foi negociado em novembro pelas equipes de Comércio dos países-membros durante as reuniões preparatórias para a conferência, em Genebra, na Suíça, sem que tenham chegado a um consenso.
Uma dos líderes do G33, grupo formado por países em desenvolvimento, a Índia pretendia alcançar uma solução permanente no fórum que lhe permitisse aumentar o limite estabelecido pela organização à concessão de subsídios governamentais aos agricultores do país. Atualmente, esse incentivo é limitado pela OMC por ser considerado dumping.
*Com informações da Agência Lusa
Edição: Talita Cavalcante



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/hPP/fnCRwS

Primeiro-ministro da Ucrânia alerta contra aumento de tensão no país

Internacional



Primeiro-ministro da Ucrânia alerta contra aumento de tensão no país
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-12-04/primeiro-ministro-da-ucrania-alerta-contra-aumento-de-tensao-no-pais
Dec 4th 2013, 10:22


Da Agência Brasil *
Brasília - O primeiro-ministro da Ucrânia, Mykola Azarov, alertou hoje (4) a oposição contra a escalada de tensão no país e assegurou que o governo não tolerará um "desenvolvimento catastrófico da situação".
"O Parlamento exprimiu ontem (3) a confiança no governo. É um fato que a oposição e os nossos parceiros no estrangeiro têm de aceitar", disse Azarov na a abertura do Conselho de Ministros, o primeiro desde a mobilização da oposição nas ruas de Kiev.
Ontem, a oposição apresentou ao Parlamento uma moção de censura ao governo, mas a proposta foi rejeitada.
O primeiro-ministro e os membros do governo conseguiram hoje, pela primeira vez depois de uma semana, ter acesso ao edifício sede do governo. A polícia formou um corredor antimotim, que impediu os manifestantes de bloquearem totalmente o acesso, como aconteceu nos últimos dias.
"O Poder Executivo trabalha normalmente e controla a situação no Estado", disse Azarov, criticando os dirigentes da oposição, que acusou de incitar os ucranianos a transgredir a lei. "Quero dizer aos cidadãos o seguinte: os vossos líderes os empurram a cometer delitos. Eles tentarão se proteger sob a imunidade parlamentar, mas vocês não terão essa proteção", alertou o primeiro-ministro.
Diversos protestos têm ocorrido nos últimos dias na Ucrânia em oposição a Azarov, acusado de ter "vendido a Ucrânia à Rússia" - por ter adiado a assinatura do acordo de associação do país à União Europeia - e de ser pessoalmente responsável pela violência policial contra os manifestantes pró-europeus.
No domingo (1º), mais de 30 manifestantes ficaram feridos quando a polícia usou gás lacrimogêneo e bastões para dispersar centenas de pessoas na Praça da Independência, no centro de Kiev, capital do país. O episódio resultou, inclusive, na demissão do chefe da polícia de Kiev,Valeri Koryak.
* Com informações da Agência Lusa
Edição: Valéria Aguiar



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/hPP/fnCRwS

Caminhão com material radioativo foi roubado no México

Internacional



Caminhão com material radioativo foi roubado no México
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-12-04/caminhao-com-material-radioativo-foi-roubado-no-mexico
Dec 4th 2013, 10:11

Da Agência Brasil*
Brasília - Um caminhão de transporte de substâncias radioativas para uso médico, que podem ser "extremamente perigosas", foi roubado no México, informou hoje (4) a Agência Internacional de Energia Atômica (Aiea).
"No momento do roubo, a fonte [radioativa] estava corretamente protegida, mas ela pode ser extremamente perigosa para qualquer pessoa se a proteção for retirada ou danificada", explicou o comunicado da agência das Nações Unidas (ONU).
O roubo ocorreu anteontem (2), quando a Aiea foi informada sobre o ocorrido pela autoridade nuclear mexicana. O caminhão transportava a substância radioativa do tipo Cobalto 60, usada em radioterapia, proveniente de um hospital de Tijuana, no Norte do México. O veículo foi roubado em Tepojaco, próximo à capital, Cidade do México.
As autoridades do país estão buscando o caminhão e já divulgaram um comunicado para avisar a população.
A substância não pode ser utilizada na fabricação de arma nuclear convencional, mas pode ser usada, em teoria, para construir uma "bomba suja", que combine explosivos convencionais e material radioativo.
*Com informações da Agência Lusa
Edição: Graça Adjuto



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/hPP/fnCRwS

Começa a funcionar no Japão novo Conselho de Segurança Nacional

Internacional



Começa a funcionar no Japão novo Conselho de Segurança Nacional
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-12-04/comeca-funcionar-no-japao-novo-conselho-de-seguranca-nacional
Dec 4th 2013, 09:34

Da Agência Brasil
Brasília - O novo Conselho de Segurança Nacional do Japão, órgão que reforça o poder do primeiro-ministro em matéria de defesa, entrou hoje (4) em funcionamento com foco na crise desencadeada pela nova zona de defesa aérea da China. O conselho, inspirado em uma instância semelhante à dos Estados Unidos e que substitui o atual Conselho de Segurança do governo, quer que os ministérios da Defesa e dos Negócios Estrangeiros partilhem informações e se coordenem, de forma regular, por meio de um órgão único.
O estabelecimento do Conselho de Segurança Nacional foi definido como um objetivo desde a chegada ao poder do primeiro-ministro, Shinzo Abe, em dezembro de 2012. A criação coincide com um momento de renovada tensão na Ásia, devido à zona de defesa aérea estabelecida pela China na última semana.
A área chinesa, anunciada no dia 23 de novembro, cobre grande parte do Mar da China Oriental, entre a Coreia do Sul e Taiwan, e inclui as Ilhas Senkaku/Diaoyu, disputadas pelo Japão e a China. De acordo com a nova zona, a China exige que todos os aviões que passem pelo espaço aéreo apresentem planos de voo quando sobrevoarem esse perímetro, se identifiquem e mantenham contato pelo rádio durante o percurso.
O primeiro-ministro japonês pediu aos seus ministros que coordenem esforços, em uma estratégia comum para enfrentar os desafios que se impõem em matéria de segurança devido ao estabelecimento dessa nova zona. O ministro da Defesa do Japão, Itsunori Onodera, indicou que o novo órgão vai se dedicar, nas primeiras reuniões do Conselho de Segurança Nacional, às últimas movimentações de Pequim.
Está previsto que o conselho constituirá um fórum para debater temas-chave na agenda de Shinzo Abe, bem como para delinear diretrizes no plano da defesa e segurança nacional e para redefinir um papel mais ativo das forças de autodefesa, o que provavelmente deverá ter de passar por uma emenda à Constituição.
O Conselho de Segurança deverá se reunir duas vezes por mês. A expectativa é que o grupo seja presidido pelo assessor em política exterior do primeiro-ministro, Shotaro Yachi.
*Com informações da Agência Lusa e da agência de notícias da China, Xinhua
Edição: Graça Adjuto



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/hPP/fnCRwS

Joe Biden chega à China para discutir zona de defesa aérea

Internacional



Joe Biden chega à China para discutir zona de defesa aérea
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-12-04/joe-biden-chega-china-para-discutir-zona-de-defesa-aerea
Dec 4th 2013, 09:37

Da Agência Brasil
Brasília - O vice-presidente dos Estados Unidos, Joe Biden chegou hoje (4) à China para uma visita na qual abordará as tensões geradas após a declaração chinesa de uma nova zona de defesa aérea no Mar da China Oriental. Biden chegou de Tóquio, no Japão, e tem uma visita agendada com o presidente chinês, Xi Jinping e o vice-presidente, Liu Yuanchao. Amanhã (5), o norte-americano irá se encontrar com o primeiro-ministro, Li Keqiang.
Antes da chegada do vice-presidente norte-americano, o jornal oficial chinês China Daily publicou em um editorial que Biden não terá êxito caso se limite a repetir as declarações prévias do governo dos Estados Unidos, que, segundo a publicação, são "errôneas" e "parciais". A China acusa os Estados Unidos Unidos de estarem aliados ao Japão.
Ontem (3), o porta-voz da Casa Branca, Jay Carney informou que o país não aceita a legitimidade das exigências da China sobre a área em questão.
A nova zona de defesa estabelecida pela China inclui as Ilhas Senkaku/Diaoyu, disputadas por ambos Japão e China. Como resultado da declaração da zona, que irritou os países vizinhos e os Estados Unidos, Pequim requer agora que os aviões que sobrevoem a área se identifiquem previamente, anunciem os seus planos de voo e mantenham contato via rádio durante todo o percurso.
Os Estados Unidos informaram que a recomendação às suas companhias aéreas é a de que cumpram os requisitos para evitar incidentes - ainda tenham afirmado que isso não signifique o reconhecimento da zona chinesa. As empresas de transporte do Japão, por outro lado, se recusam a cumprir os procedimentos exigidos pela China.

* Com informações da Agência Lusa
Edição: Valéria Aguiar




You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/hPP/fnCRwS

Explore o MAXX

Notícias
Nacional

Internacional
Finanças
Política
Justiça
Segundo Caderno
Esportes


Educação
Inovação

Serviços
Barra de Ferramentas

Buscador
Previsão do Tempo
Tradutor
Viagens

Entretenimento
Cultura

Famosos
MAXX FM
Música
Sobre Rodas
Stations (Busca Rádios)

Estilo de vida
Homem

Mulher

Chat
Amizade

Encontros
Livre
Paquera
Sexo (+ 18 anos)
Webmasters
Outras salas

Fale conosco
Atendimento Virtual
Avalie-nos
E-mail

Fone Fácil
Fórum
Reclame Aqui
Redes Sociais

Copyright 2008 - 2017 © Ouni - Todos os direitos reservados.
"O uso desse website significa que você aceita os Termos de Uso e a Política de Privacidade, em especial no que tange ao uso de cookies."

Informações Importantes | Política de Privacidade | Termos de Uso

Vá para o Ouni