Presidentes de países africanos manifestam pesar pela morte de Nelson Mandela

5 de dezembro de 2013

Internacional



Presidentes de países africanos manifestam pesar pela morte de Nelson Mandela
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-12-05/presidentes-de-paises-africanos-manifestam-pesar-pela-morte-de-nelson-mandela
Dec 5th 2013, 22:50

Paulo Victor Chagas*

Repórter da Agência Brasil
Brasília - O presidente da Nigéria, Goodluck Jonathan, disse que a morte de Nelson Mandela "criará um enorme vazio que será difícil de preencher" no continente africano. Ao lamentar a morte do ex-presidente sul-africano, Jonathan disse que Mandela "será sempre lembrado e homenageado por toda a humanidade, como um dos seus maiores libertadores, um líder sábio, corajoso e um ícone da verdadeira democracia". O líder nigeriano descreveu ainda Mandela como "uma fonte de inspiração para os povos oprimidos de todo o mundo".
O chefe de Estado de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca, classificou Mandela como um "revolucionário humanista", um "amante da liberdade" e uma das "figuras marcantes" do século passado. Em entrevista à agência cabo-verdiana de notícias Inforpress, Fonseca disse que Mandela marcou de forma "muito relevante" a história da África e do mundo, participando "heroicamente" na luta contra o apartheid, contra a segregação racial e pela igualdade de direitos no país que governou.
"Esta é uma faceta muito importante de Mandela, que é a de quem lutou com dedicação, com firmeza por ideias nobres, pela justiça, pela liberdade, pelos direitos de todos, que sofreu prisão em defesa desses interesses muito nobres, mas que quando alcança o poder se mostra magnânimo, mesmo para os seus opressores, por força de um percurso atravessado por amor à liberdade pelo sentido de humanismo extremamente forte", disse.
*Com informações da agência pública de notícias de Portugal, Lusa.

Edição: Fábio Massalli
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias, é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/hPP/fnCRwS

Morre Nelson Mandela

Internacional



Morre Nelson Mandela
http://agenciabrasil.ebc.com.br/galeria/2013-12-05/morre-nelson-mandela
Dec 5th 2013, 20:48





You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/hPP/fnCRwS

Cientista político destaca exemplo de resistência e amor de Nelson Mandela

Internacional



Cientista político destaca exemplo de resistência e amor de Nelson Mandela
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-12-05/cientista-politico-destaca-exemplo-de-resistencia-e-amor-de-nelson-mandela
Dec 5th 2013, 19:58


Alana Gandra

Repórter da Agência Brasil

Rio de Janeiro – O ex-presidente da África do Sul, Nelson Mandela, é um exemplo não só de resistência, mas de amor. A avaliação foi feita à Agência Brasil pelo cientista político Paulo Baía, da Universidade Federal do Rio de Janeiro.
"Nelson Mandela, nas épocas duras, difíceis e sombrias do apartheid, com a brutal discriminação e a violência contra os negros e os pobres na África do Sul, se tornou um símbolo e um intelectual da resistência. Ele, preso, liderou a movimentação política das várias etnias da África do Sul contra o regime do apartheid e conseguiu, de dentro da cadeia, ser um chefe de estado e estabelecer conexões com todo o mundo", disse.
Segundo Baía, as conexões feitas por Mandela levaram a Organização das Nações Unidas a impor sanções econômicas à África do Sul e motivaram pressões para a independência do país.
"Mandela foi um pacifista, ao mesmo tempo um lutador, na mesma linhagem de Gandhi, só que de matriz africana. Mandela foi um grande sábio. Ele soube trabalhar com a resistência e, ao mesmo tempo, sabia negociar. Ele trabalhava com a ideia de solidariedade e de amor, como perspectiva de construção de uma nação. E foi plenamente vitorioso, e seus inimigos plenamente derrotados", disse Baía.
O cientista político destacou que, embora tenha derrotado os inimigos, Mandela os acolheu, numa demonstração da grandeza de seu caráter. Por isso, deixou para a humanidade o legado de que a intolerância pode ser combatida e a harmonia estabelecida em qualquer parte do mundo, "desde que haja generosidade, amor e firmeza de afeto, de acolhimento, sem submissão", ressaltou o especialista.

Edição: Beto Coura
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil





You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/hPP/fnCRwS

Observadores internacionais chegam à Venezuela para acompanhar eleições municipais

Internacional



Observadores internacionais chegam à Venezuela para acompanhar eleições municipais
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-12-05/observadores-internacionais-chegam-venezuela-para-acompanhar-eleicoes-municipais
Dec 5th 2013, 19:53

Leandra Felipe

Correspondente da Agência Brasil/EBC
Bogotá – Cerca de 50 observadores internacionais chegaram hoje (5) à Venezuela para acompanhar as eleições municipais do próximo domingo (8). A informação foi divulgada pela presidenta do Conselho Nacional Eleitoral (CNE) venezuelano, Tibisay Lucena. Serão escolhidos prefeitos para 335 municípios e 2.435 vereadores.
O processo será observado por acompanhantes de origem latino-americana, africana e europeia, ligados à Missão Eleitoral da União das Nações Sul-Americanas (Unasul); à União de Organismos Eleitorais (Uniore) e também ao Grêmio de Advogados dos Estados Unidos. De acordo com Lucena, a maioria dos observadores vem de países latino-americanos.
Mais de 19 milhões de venezuelanos estão habilitados para votar, sendo que, do total, há pouco mais de 215 mil estrangeiros que vivem no país há mais de dez anos, que também poderão participar das eleições. Além dos prefeitos dos 335 municípios, os eleitores votam por um prefeito metropolitano para o distrito de Caracas e para o distrito de Alto Apure.
Dentro do cronograma eleitoral hoje é encerrado o período destinado às campanhas eleitorais. Ao todo, 13.651 centros de votação serão utilizados com 39.427 urnas eleitorais eletrônicas. O sistema é o mesmo utilizado nas eleições presidenciais de outubro de 2012, que reelegeram Hugo Chávez, e em abril, quando Nicolás Maduro foi eleito presidente.
Apesar das denúncias de fraude feitas pela oposição venezuelana, derrotada por uma pequena margem de diferença nas eleições de abril, na época a missão de observadores da Unasul declarou que o sistema é inviolável e confiável .
Dependendo da região o eleitor poderá escolher entre três e 12 cargos, isso porque em alguns lugares também são eleitos vereadores e prefeitos de comunidades indígenas. Segundo o CNE, um total de 16.880 candidatos e candidatas disputam ao todo 2.792 cargos entre prefeitos e vereadores.
As eleições municipais são consideradas muito importantes para medir a aprovação do governo de Nicolás Maduro, nove meses depois da morte de Hugo Chávez. O governo adota a mesma estratégia usada nas eleições presidenciais de abril, de mostrar a continuidade do governo de Chávez nas ações da gestão de Maduro. A oposição por sua vez, intensifica as críticas aos problemas de abastecimento alimentar e alta inflação.
Edição: Fábio Massalli
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. É necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/hPP/fnCRwS

Nelson Mandela morre aos 95 anos

Internacional



Nelson Mandela morre aos 95 anos
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-12-05/nelson-mandela-morre-aos-95-anos
Dec 5th 2013, 19:57

Da Agência Brasil
Brasília - O presidente da África do Sul, Jacob Zuma, informou há pouco, em comunicado pela televisão, a morte do ex-presidente Nelson Mandela, aos 95 anos. Ele sofria de problemas respiratórios e estava recebendo cuidados médicos em casa.
"Esta nação perdeu um grande filho", disse Zuma, segundo a agência de notícias argentina, Telam.
Mandela foi responsável pelo fim do regime de segregação racial na África do Sul, o apartheid.

Edição: Carolina Pimentel


Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias, é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/hPP/fnCRwS

Mandela marcou a história ao unir brancos e negros na África do Sul

Internacional



Mandela marcou a história ao unir brancos e negros na África do Sul
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-12-05/mandela-marcou-historia-ao-unir-brancos-e-negros-na-africa-do-sul
Dec 5th 2013, 19:57

Renata Giraldi

Repórter da Agência Brasil
Brasília - Responsável pelo fim do regime de segregação racial na África do Sul, o apartheid, Nelson Mandela, de 95 anos, conquistou o respeito de adversários e críticos devido aos esforços em busca da paz. Ele foi o primeiro presidente negro da África do Sul, de 1994 a 1999, e recebeu o Prêmio Nobel da Paz, em 1993. Mandela morreu hoje (5) em decorrência de problemas respiratórios.
O líder ficou conhecido como Madiba (reconciliador) devido ao clã a que pertencia e recebeu o título de O Pai da Pátria. A Organização das Nações Unidas (ONU) instituiu o Dia Internacional Nelson Mandela em defesa da luta pela liberdade, justiça e democracia. Ao visitar o Brasil, em 1992, Mandela conversou com o então presidente Fernando Henrique Cardoso. Bem-humorado, Mandela disse que gostava muito de uma ave tipicamente brasileira – o papagaio – e arrancou risos dos presentes.
No Rio de Janeiro, Mandela foi a um show de Martinho da Vila, no Sambódromo, e demonstrou entusiasmo ao ver uma apresentação de capoeira. Ao lado do então governador Leonel Brizola (que morreu em 2004), Mandela acompanhou o ritmo do samba e agradeceu as manifestações de apoio da plateia.
Em 2010, o então presidente Luiz Inácio Lula da Silva se reuniu, pela terceira vez, com Mandela. Segundo Lula, sua trajetória política foi marcada por duas influências intensas: Mandela e Fidel Castro, ex-presidente de Cuba e líder da Revolução Cubana, em 1959.
De uma família sul-africana nobre, do povo thembu, Mandela ficou 27 anos preso em decorrência de sua luta em favor da igualdade racial, da liberdade e da democracia. Na prisão, ele escreveu sua autobiografia. Preparado pela família para ocupar um cargo de chefia tribal, Mandela não aceitou o posto e partiu em direção a Joanesburgo para cursar direito e fazer política.
Com amigos, Mandela criou a Liga Juvenil do Congresso Nacional Africano (CNA), cuja sigla em inglês é Ancyl. Ele foi eleito secretário nacional da Ancyl e executivo nacional do CNA. O princípio da sua política é a paz.
Na prisão, Mandela não tinha contato com o exterior, pois não podia receber jornais e notícias externas. Mesmo no período em que esteve preso, Mandela recebeu homenagens. No dia em que deixou a prisão foi recebido por uma multidão. Ele gritava: "Poder" e os manifestantes respondiam: "Para o Povo".
A eleição de Mandela foi um marco na história do país, definindo a nova África do Sul com um processo de reconciliação entre oprimidos e opressores. Em 1992, o resultado do referendo entre os brancos dá ao governo, com mais de 68% de votos, o aval para as reformas e permite uma futura constituinte.
Em 2001, Mandela foi diagnosticado com câncer de próstata, mas apesar do tratamento ele fez campanha em favor do combate à aids, um dos principais problemas de saúde pública na África do Sul. Ao completar 85 anos, ele anunciou a aposentadoria.
Edição: Talita Cavalcante
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/hPP/fnCRwS

Argentina vai liberar licenças de 700 mil pares de sapatos retidos na alfândega, diz ministro brasileiro

Internacional



Argentina vai liberar licenças de 700 mil pares de sapatos retidos na alfândega, diz ministro brasileiro
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-12-05/argentina-vai-liberar-licencas-de-700-mil-pares-de-sapatos-retidos-na-alfandega-diz-ministro-brasilei
Dec 5th 2013, 16:27

De Monica Yanakiew

Correspondente da Agência Brasil/EBC
Buenos Aires – A Argentina prometeu liberar "a partir de agora" as licenças de 700 mil pares de sapatos do Brasil, que estão retidos na alfândega causando um prejuízo de US$ 13 milhões ao setor, informou nesta quinta-feira (5) o ministro brasileiro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel.
Brasil e Argentina também estão negociando a proposta que os cinco países do Mercosul (mercado comum que integra também Paraguai, Uruguai e Venezuela) vão apresentar à União Europeia (UE) , entre os dias 18 e 19 de dezembro, em Bruxelas. Os dois blocos querem fechar um acordo de livre comércio há décadas, mas faltava a Argentina concluir a sua oferta – algo que possivelmente ocorrerá em uma reunião, no Rio de Janeiro, na próxima semana.
Os temas foram discutidos em dois dias de reuniões em Buenos Aires, com as novas autoridades argentinas, das quais participou também o assessor especial da Presidência do Brasil para Assuntos Internacionais, Marco Aurélio Garcia.
A presidenta da Argentina, Cristina Kirchner, renovou seu gabinete há duas semanas, quando voltou ao trabalho, depois de um mês de repouso devido a uma cirurgia para remover um coágulo no cérebro. Dois dos principais integrantes da nova equipe – o chefe do gabinete da Presidência argentina, Jorge Capitanich, e o Ministro da Economia, Axel Kicillof, viajarão a São Paulo este mês para se apresentar e manter encontros com empresários brasileiros.
Pimentel considerou que a mudança de equipe foi "positiva" e que o diálogo entre os dois países está "revigorado". O ministro lembrou que Capitanich (um economista que, até novembro, era governador da província do Chaco) "conhece bem os lideres políticos brasileiros e tem uma visão parecida com a nossa de construir a integração".
Com as mudanças, saiu de cena o secretário de Comercio Interior, Guillermo Moreno – o homem encarregado de equilibrar as contas argentinas, negociando acordos de preços com supermercados (para conter a inflação) ou barrando importações (para garantir um saldo positivo na balança comercial brasileira). Desde a moratória da dívida externa, decretada pela Argentina na crise de 2001, o país nao recebe créditos do exterior. Para obter divisas internacionais, os argentinos precisam exportar mais do que importar.
Augusto Costa, que trabalhava com Kicillof, foi indicado para o lugar de Moreno. Um dos temas que os argentinos querem discutir com o Brasil é a maior participação de autopeças fabricadas em seu pais em automóveis brasileiros. O acordo automotivo entre os dois países vence em junho de 2015.

Edição: Fábio Massalli
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. É necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/hPP/fnCRwS

Ministro brasileiro pede união da OMC em torno do Pacote de Bali

Internacional



Ministro brasileiro pede união da OMC em torno do Pacote de Bali
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-12-05/ministro-brasileiro-pede-uniao-da-omc-em-torno-do-pacote-de-bali
Dec 5th 2013, 15:30

Carolina Sarres

Repórter da Agência Brasil
Brasília - O ministro das Relações Exteriores brasileiro, Luiz Alberto Figueiredo Machado, que participa da 9ª Conferência Ministerial da Organização Mundial do Comércio (OMC), em Bali, na Indonésia, pediu que os países-membros não deixem escapar a oportunidade de adotar o Pacote de Bali - grupo de dez medidas que vêm sendo negociadas em conjunto na conferência. De acordo com ele, para que a organização comece a discutir uma nova agenda, os temas têm de ser concluídos.
"Estamos certamente preparados para fazer ajustes. Qualquer movimentação nesse sentido, no entanto, tem de ser feito com um claro sentido de prioridade. E a primeira continua sendo a remoção de medidas distorcivas no comércio, especialmente em agricultura, que dificultam a completa integração dos países em desenvolvimento no comércio mundial", disse o ministro, em discurso na plenária da conferência, na noite de ontem (4).
A 9ª conferência da OMC começou anteontem e as negociações sobre o pacote continuam. Os representantes dos 159 membros da organização têm até amanhã (6) para fechar um acordo. As reuniões preparatórias nas semanas anteriores, em Genebra, na Suíça, não resultaram em um texto consensual, que ficou para ser mais discutido em Bali.
Apesar disso, o chanceler brasileiro acredita que, nos últimos meses, as negociações no âmbito da organização foram revigoradas e que os membros se esforçaram para encontrar pontos em comum, independentemente de seus interesses e prioridades.
"Anda temos questões sensíveis para cobrir, mas um resultado positivo não está fora de alcance. O Brasil tem confiança de que conseguiremos chegar a um acordo satisfatório nesta semana", disse o chanceler.
Segundo ele, as negociações em medidas de facilitação do comércio no âmbito do acordo coincidem com os esforços que o Brasil tem empreendido para reduzir os custos nessa área.
Para o ministro, a implementação de um eventual acordo multilateral poderá ser onerosa, especialmente para os países de menor desenvolvimento relativo. Assim, de acordo com Figueiredo, será necessário comprometimento político por parte de todos os membros da OMC para dar auxílio a esses países em assistência técnica e capacitação.
Edição: Davi Oliveira
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias, é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/hPP/fnCRwS

CNI: decisão da Índia é vital para a busca de um acordo na OMC

Internacional



CNI: decisão da Índia é vital para a busca de um acordo na OMC
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-12-05/cni-decisao-da-india-e-vital-para-busca-de-um-acordo-na-omc
Dec 5th 2013, 14:02

Kelly Oliveira*

Repórter da Agência Brasil
Brasília – Se a Índia não aceitar limites para o programa de subsídio à produção e estoque de alimentos, a 9ª Conferência Ministerial da Organização Mundial de Comércio (OMC), em Bali, na Indonésia pode terminar sem avanço algum. A avaliação é do diretor de Desenvolvimento Industrial da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Carlos Abijaodi, que acompanha a conferência.
De acordo com a CNI, em setembro de 2013, a Índia promulgou a Lei Nacional de Segurança Alimentar. Essa lei permite ao governo subsidiar a compra de até metade da produção agrícola do país para a formação de estoques. Esses estoques são utilizados para prover alimento subsidiado à população pobre dos centros urbanos. Os dois principais produtos beneficiados pelo subsídio indiano são o arroz e o trigo.
Segundo Abijaodi, o excesso de estoque pode, em algum momento, levar a Índia a exportar esses produtos primários (commodities). E isso geraria desequilíbrios para outros países. De acordo com o diretor da CNI, por ser um programa definido em lei, a ideia não é que a Índia elimine de vez o programa, mas que seja definido um prazo limite. "Esse é o ponto mais duro que tem para resolver", disse Abijaodi.
Além disso, para a CNI, uma exceção sem limite abre precedente que permitiria a manutenção de políticas agrícolas com o potencial de distorcer o comércio não somente pela Índia, mas por outros países.
Sem resolver esse entrave, nada mais avança na negociação, de acordo com avaliação do diretor da CNI. Nessa conferência, os principais temas são relacionados à facilitação do comércio (com a simplificação de regras aduaneiras portuárias) e à agricultura.
Para Abijaodi, se não houver avanços, a imagem da OMC fica comprometida como instituição organizadora e coordenadora do comércio mundial.
Os membros da OMC estão reunidos desde terça-feira (3) para a conferência ministerial, vista como decisiva para o futuro da organização. As negociações no âmbito da Rodada Doha estão em curso desde 2001 e, de certa forma, estagnadas desde 2008.
O chamado Pacote de Bali, bem menos ambicioso do que o plano desenhado há 12 anos em Doha, com o objetivo de reduzir as barreiras comerciais, está sendo debatido no encontro, que irá até amanhã (6). O mesmo pacote foi negociado em novembro pelas equipes de comércio dos países-membros durante as reuniões preparatórias para a conferência, em Genebra, na Suíça, sem chegar a um consenso.
* Com informações da Agência Lusa
Edição: José Romildo

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/hPP/fnCRwS

Papa cria comissão para proteger menores vítimas de abusos sexuais

Internacional



Papa cria comissão para proteger menores vítimas de abusos sexuais
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-12-05/papa-cria-comissao-para-proteger-menores-vitimas-de-abusos-sexuais
Dec 5th 2013, 12:38


Da Agência Lusa
Cidade do Vaticano - O papa Francisco criou hoje (5) comissão de Proteção de Menores na Igreja para dar apoio pastoral às vítimas de abusos sexuais. A delegação foi criada depois de uma recomendação do Conselho de Cardeais, que aconselha o pontífice na reforma do governo do Vaticano.
O anúncio foi feito nesta quinta-feira pelo cardeal norte-americano e arcebispo de Boston, Sean O'Malley, um dos oito cardeais que integram o Conselho Consultivo do papa. De acordo com ele, a composição dessa nova comissão será anunciada em breve.
"Essa comissão deverá analisar os programas atuais de proteção de menores, formular sugestões em colaboração com os bispos e as conferências episcopais", disse O'Malley, referindo-se a códigos de conduta profissional para o clero e linhas orientadoras para os responsáveis pela Igreja Católica em cada país sobre como lidar com infrações.
O Vaticano informou que está investigando milhares de supostos casos de abusos sexuais, mas desconhece quantos foram confirmados e que tipo de ação foi tomada contra padres considerados culpados. Abusos sexuais de menores e o encobrimento desses crimes foram divulgados há uma década nos Estados Unidos, originando várias denúncias, sobretudo em países ocidentais.
Os escândalos - alguns de há várias décadas - mancharam a reputação da Igreja Católica em todo o mundo e levaram a uma quebra da confiança pública em países como a Irlanda e os Estados Unidos.
Edição:Valéria Aguiar




You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/hPP/fnCRwS

Milhares de ucranianos protestam no centro de Kiev

Internacional



Milhares de ucranianos protestam no centro de Kiev
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-12-05/milhares-de-ucranianos-protestam-no-centro-de-kiev
Dec 5th 2013, 07:18

Da Agência Brasil*
Kiev - Milhares de pessoas estão hoje (5) no centro de Kiev, na Ucrânia, depois de mais uma noite nas ruas para exigir a demissão do presidente Viktor Ianukovich, devido à recusa do acordo com a União Europeia.
A Praça da Independência de Kiev está envolta em fumaça, provocada por, pelo menos, uma centena de fogueiras acesas em barris, caixotes ou no chão.
Os protestos contra a decisão do governo ucraniano de abandonar os planos para um acordo político e comercial com a União Europeia deram origem às maiores manifestações na ex-república soviética desde a Revolução Laranja de 2004.
Em entrevista divulgada hoje pela televisão Piaty Kanal, o vice-primeiro-ministro Sergei Arbuzov disse que não exclui a possibilidade de discutir eleições antecipadas com a oposição.
*Com informações da Agência Lusa
Edição: Graça Adjuto



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/hPP/fnCRwS

Número de mortos devido ao tufão Haiyan nas Filipinas supera 5.700

Internacional



Número de mortos devido ao tufão Haiyan nas Filipinas supera 5.700
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-12-05/numero-de-mortos-devido-ao-tufao-haiyan-nas-filipinas-supera-5700
Dec 5th 2013, 05:56

Da Agência Brasil*
Manila – As autoridades das Filipinas elevaram para 5.719 o número de mortos durante a passagem do Tufão Haiyan, que devastou, em 8 de novembro, a região central do arquipélago. Segundo o Centro Nacional de Gestão e Redução de Risco de Desastres, o tufão, que afetou 10 milhões de pessoas, deixou mais de 26 mil feridos e 1.779 desaparecidos. Dos mais de 3 milhões de deslocados, apenas 96.474 se encontram atualmente em centros de abrigo, sobretudo nas ilhas de Leyte e Samar.
De acordo com o mais recente relatório da instituição, os danos causados pelo Haiyan ultrapassam 30 bilhões de pesos (514 milhões de euros). Para as Nações Unidas, é urgente angariar mais fundos para ajudar os sobreviventes do tufão.
"As consequências do tufão Haiyan trouxeram muitas necessidades, precisamos de apoio para que o povo se recupere", destacou, em entrevista, a coordenadora de Assuntos Humanitários da ONU nas Filipinas, Luísa Carvalho, destacando, entre as prioridades, "providenciar casas e reconstruir a vida" dos afetados pela catástrofe.
Segundo as Nações Unidas, algumas comunidades que dependem da pesca perderam as embarcações e os meios para desenvolver a atividade, e os agricultores carecem de ferramentas, sementes e fertilizantes para cultivar os campos e não depender da distribuição da ajuda humanitária.
O Haiyan, com ventos até 315 quilômetros por hora, foi o tufão mais forte e o segundo em número de mortes na história recente das Filipinas.
*Com informações da Agência Lusa
Edição: Graça Adjuto



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/hPP/fnCRwS

Explore o MAXX

Notícias
Nacional

Internacional
Finanças
Política
Justiça
Segundo Caderno
Esportes


Educação
Inovação

Serviços
Barra de Ferramentas

Buscador
Previsão do Tempo
Tradutor
Viagens

Entretenimento
Cultura

Famosos
MAXX FM
Música
Sobre Rodas
Stations (Busca Rádios)

Estilo de vida
Homem

Mulher

Chat
Amizade

Encontros
Livre
Paquera
Sexo (+ 18 anos)
Webmasters
Outras salas

Fale conosco
Atendimento Virtual
Avalie-nos
E-mail

Fone Fácil
Fórum
Reclame Aqui
Redes Sociais

Copyright 2008 - 2017 © Ouni - Todos os direitos reservados.
"O uso desse website significa que você aceita os Termos de Uso e a Política de Privacidade, em especial no que tange ao uso de cookies."

Informações Importantes | Política de Privacidade | Termos de Uso

Vá para o Ouni