Alunos do Ciep Nelson Mandela prestam homenagem ao patrono da escola

6 de dezembro de 2013

Internacional



Alunos do Ciep Nelson Mandela prestam homenagem ao patrono da escola
http://agenciabrasil.ebc.com.br/galeria/2013-12-06/alunos-do-ciep-nelson-mandela-prestam-homenagem-ao-patrono-da-escola
Dec 6th 2013, 20:31

Rio de Janeiro – Cartazes com frases de adeus pelos corredores e fitas de luto nos uniformes. Foi assim que alunos e professores do Centro Integrado de Educação Pública (Ciep) Nelson Mandela, em Campo Grande, na zona oeste do Rio, homenagearam o patrono da instituiçãoRio de Janeiro – Cartazes com frases de adeus pelos corredores e fitas de luto nos uniformes. Foi assim que alunos e professores do Centro Integrado de Educação Pública (Ciep) Nelson Mandela, em Campo Grande, na zona oeste do Rio, homenagearam o patrono da instituiçãoRio de Janeiro – Cartazes com frases de adeus pelos corredores e fitas de luto nos uniformes. Foi assim que alunos e professores do Centro Integrado de Educação Pública (Ciep) Nelson Mandela, em Campo Grande, na zona oeste do Rio, homenagearam o patrono da instituiçãoRio de Janeiro – Cartazes com frases de adeus pelos corredores e fitas de luto nos uniformes. Foi assim que alunos e professores do Centro Integrado de Educação Pública (Ciep) Nelson Mandela, em Campo Grande, na zona oeste do Rio, homenagearam o patrono da instituiçãoRio de Janeiro – Cartazes com frases de adeus pelos corredores e fitas de luto nos uniformes. Foi assim que alunos e professores do Centro Integrado de Educação Pública (Ciep) Nelson Mandela, em Campo Grande, na zona oeste do Rio, homenagearam o patrono da instituiçãoRio de Janeiro – Cartazes com frases de adeus pelos corredores e fitas de luto nos uniformes. Foi assim que alunos e professores do Centro Integrado de Educação Pública (Ciep) Nelson Mandela, em Campo Grande, na zona oeste do Rio, homenagearam o patrono da instituição



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/hPP/fnCRwS

No Rio, alunos do Ciep Nelson Mandela prestam homenagem ao patrono

Internacional



No Rio, alunos do Ciep Nelson Mandela prestam homenagem ao patrono
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-12-06/no-rio-alunos-do-ciep-nelson-mandela-prestam-homenagem-ao-patrono
Dec 6th 2013, 20:21

Da Agência Brasil
Rio de Janeiro – Cartazes com frases de adeus pelos corredores e fitas de luto nos uniformes. Foi assim que alunos e professores do Centro Integrado de Educação Pública (Ciep) Nelson Mandela, em Campo Grande, na zona oeste do Rio, homenagearam o patrono da instituição, que morreu ontem (5) vítima de complicações respiratórias. Durante à tarde de hoje (6), todas as turmas da escola se reuniram para prestar um minuto de silêncio e cantar o Hino Nacional, além de recitar frases e cantar músicas sobre Mandela.
Segundo a diretora-geral do Ciep, Luci Gomes Cardoso, o legado do ex-presidente da África do Sul permanecerá na instituição. "É uma honra ser diretora da escola que leva o nome de Nelson Mandela, porque a mensagem dele sensibiliza todo ser humano, em todos os momentos. É muito fácil trabalhar em um colégio como este, porque transmitimos o que ele tanto lutava: união e a não discriminação. As escolas vêm enfrentando muitos problemas, como bullying, mas nós, por meio dos ideais de Mandela, conseguimos elaborar um tema para a nossa instituição: Viver, Conviver e Ser Feliz. Nós sempre levaremos o legado dele, porque é disso que as crianças precisam".
Em 1991, Mandela fez a primeira viagem ao Brasil, um ano após ter sido libertado da prisão, visitou o Ciep. Claudia Doria da Silva Ferreira, atual professora do ensino básico na instituição, acompanhou a visita.
"A visita de Nelson Mandela nessa escola fortaleceu a ideia de igualdade. Foi muito emocionante, a gente nunca imaginou que uma figura mundial e historicamente importante como ele viesse nos ver. Eu não me lembro exatamente as falas dele, mas o que me marcou foi o seu olhar. Um olhar carismático que transmitia toda a sua história e a sua luta por união racial, social e dos povos. O legado dele ficou. Hoje ele é o patrono da nossa escola, uma figura que deve ser ensinada aos alunos", destacou a professora.
Nicolas Niqui, de 7 anos, foi um dos alunos que participaram da homenagem: "Nelson Mandela lutou contra a desigualdade entre negros e brancos. Hoje a gente fez uma homenagem para ele, porque ele morreu ontem", contou.
Líder da luta contra o apartheid (regime de segregação racial na África do Sul), Mandela inspirou movimentos contra o racismo em todo o mundo. Recebeu o Prêmio Nobel da Paz em 1993 e foi o primeiro presidente negro da África do Sul, com mandato de 1994 a 1999.

Edição: Carolina Pimentel
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/hPP/fnCRwS

Mercosul lamenta morte de Mandela e pede que se siga seu exemplo

Internacional



Mercosul lamenta morte de Mandela e pede que se siga seu exemplo
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-12-06/mercosul-lamenta-morte-de-mandela-e-pede-que-se-siga-seu-exemplo
Dec 6th 2013, 21:05


Da Agência Venezuelana de Notícias

Caracas – O Mercado Comum do Sul (Mercosul) lamentou, nesta sexta-feira (6), a morte do líder e ex-presidente sul-africano Nelson Mandela, que morreu ontem (5), aos 95 anos. "Honra eterna a Nelson Mandela. Sigamos seu exemplo", diz comunicado conjunto dos países integrantes do bloco, em nota divulgada pelo Ministério das Relações Exteriores da Venezuela, que atualmente ocupa a presidência pro tempore do Mercosul. Também também fazem parte o Brasil, o Uruguai, a Argentina e o Paraguai, que está suspenso.
Primeiro presidente negro da África do Sul e líder da luta contra o apartheid (regime racista sul-africano), Nelson Mandela recebeu, durante quatro décadas, mais de 250 prêmios e o reconhecimento de todo o mundo.
O comunicado do Mercosul manifesta o "profundo pesar" de seus países-membros pela morte de Mandela e destaca que ele foi "um grande homem, líder mundial e lutador incansável por uma sociedade sem racismo, sem segregação, sem ódio, nem discriminação de nenhum tipo, onde prevaleça o respeito aos direitos humanos e à vigência das instituições democráticas".
Na nota, os líderes do Mercosul dizem que o legado de Mandela ficará para sempre e enviam condolências ao governo e ao povo da África do Sul, a seus parentes e amigos e a todas as pessoas que, ao redor do mundo, abraçaram sua causa de justiça e amor.
"Esse legado, hoje, está mais perto de tornar-se realidade, graças a Mandela e a todos os que lutaram para construir um mundo de paz, mais justo e solidário, mais equitativo e livre de toda opressão", acrescenta a nota.



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/hPP/fnCRwS

Mandela foi um dos maiores nomes na história do Nobel da Paz, diz comitê norueguês

Internacional



Mandela foi um dos maiores nomes na história do Nobel da Paz, diz comitê norueguês
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-12-06/mandela-foi-um-dos-maiores-nomes-na-historia-do-nobel-da-paz-diz-comite-noruegues
Dec 6th 2013, 15:38


Da Agência Lusa
Oslo – O Comitê Nobel norueguês prestou hoje (6) homenagem ao ex-presidente da África do Sul Nelson Mandela, considerando-o "um dos maiores nomes da longa história dos prêmios Nobel da Paz". Mandela, que morreu, ontem aos 95 anos, dividiu o Nobel da Paz, em 1993, com o então presidente sul-africano, Frederik De Klerk, pelos esforços na reconciliação após décadas de apartheid (regime segregacionista combatido por Mandela).
"Seu trabalho encerra uma mensagem ainda atual para todos os que têm responsabilidades em conflitos aparentemente insolúveis", ressaltou o Comitê Nobel, em nota à imprensa. "Até os conflitos mais 'amargos' podem ser resolvidos por meios pacíficos", acrescentou a nota.
Em Lisboa, a associação portuguesa SOS Racismo, criada em 1990, agradeceu a Mandela por sua "decisiva contribuição na luta contra o racismo e na afirmação do princípio da igualdade e da dignidade humana". A SOS Racismo destacou que a luta contra o racismo e a defesa dos direitos humanos perderam uma de suas mais importantes figuras. "Por isso, ficamos hoje mais pobres", diz comunicado da associação.
Líder da luta contra o apartheid, Mandela foi o primeiro presidente negro da África do Sul e governou o país de 1994 e 1999.



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/hPP/fnCRwS

Jogos da Fifa terão um minuto de silêncio em homenagem a Mandela

Internacional



Jogos da Fifa terão um minuto de silêncio em homenagem a Mandela
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-12-06/jogos-da-fifa-terao-um-minuto-de-silencio-em-homenagem-mandela
Dec 6th 2013, 13:06

Carolina Sarres

Repórter da Agência Brasil
Brasília - A Federação Internacional de Futebol (Fifa) informou hoje (6) que antes das próximas partidas internacionais haverá um minuto de silêncio em homenagem ao ex-presidente da África do Sul, Nelson Mandela. Ele morreu ontem (5), aos 95 anos, vítima de complicações respiratórias.
Como sinal de respeito, as bandeiras das 209 associações membros da Fifa serão hasteadas a meio-mastro na sede da instituição, em Zurique, na Suíça. Blatter não informou, no comunicado sobre a morte do líder, qual será o procedimento adotado nesta sexta-feira no sorteio das chaves dos jogos da Copa do Mundo de 2014, na Costa do Sauípe, na Bahia.



"É com grande luto que me despeço de uma personalidade extraordinária, provavelmente um dos maiores humanitários de nosso tempo e um querido amigo. Ele e eu compartilhamos profunda convicção no poder do futebol de unir pessoas na paz e na amizade e de ensinar valores básicos sociais e educativos como uma escola da vida. Quando foi honrado e festejado pelo público, em Joanesburgo, ele o foi como homem do povo, dentro dos corações de todos, e foi um dos momentos mais comoventes que já vivi", disse o presidente da Fifa, Joseph Blatter.
Mandela foi o primeiro presidente negro da África do Sul, entre 1994 e 1999 e ganhador do Prêmio Nobel da Paz em 1993. A morte do líder foi anunciada pelo presidente do país, Jacob Zuma, pela televisão.
O ex-presidente será enterrado no dia 15 de dezembro, na Aldeia de Qunu, no Sul do país, onde foi criado. Uma semana de luto a partir de domingo (8) foi declarada no país, que espera o comparecimento de diversos líderes mundiais para as cerimônias. A presidenta Dilma Rousseff irá ao país na próxima semana para o enterro.
Edição: Graça Adjuto


Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir o material é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/hPP/fnCRwS

Audiência pública no Rio presta homenagem a Mandela

Internacional



Audiência pública no Rio presta homenagem a Mandela
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-12-06/audiencia-publica-no-rio-presta-homenagem-mandela
Dec 6th 2013, 11:59

Isabela Vieira

Repórter da Agência Brasil
Rio de Janeiro - A morte do líder sul-africano Nelson Mandela foi lembrada hoje (6), durante abertura de audiência pública para debater o papel dos meios de comunicação e do Estado na garantia da liberdade religiosa e de consciência. O debate é organizado pelo Ministério Público Federal no Rio.
O procurador regional Jaime Mitropoulos, que atua na área de defesa aos direitos do cidadão, abriu a audiência citando declaração de Mandela em defesa dos direitos humanos: "Ser livre não é apenas abandonar as próprias correntes, mas viver de uma forma que respeite e aumente a liberdade dos outros."
Participa da audiência o babalaô Ivanir dos Santos, do Centro de Articulação de Populações Marginalizadas (Ceap), que atua na defesa da liberdade religiosa. Ele relembrou o diálogo de Mandela com a sociedade em situações adversas e na defesa de direitos iguais para a população negra e branca.
"Ele representa sabedoria africana, não uma sabedoria voltada à imposição, violência, humilhação. Ele pensou na coletividade. Isso é uma marca", disse. "Vai continuar nos inspirando na luta por liberdade e igualdade", completou.
Ivanir ainda lembrou que o movimento negro brasileiro foi uma das instituições que lutaram para denunciar o regime de segregação entre negros e brancos na África do Sul e a prisão de Mandela. "Fomos um dos poucos a falar sobre isso aqui."
Mandiba, como Mandela é carinhosamente chamado, ficou preso por 27 anos, até o fim do regime de apartheid em seu país. Em 1993, recebeu o Prêmio Nobel da Paz, antes se tornar presidente da África do Sul.
Edição: Talita Cavalcante
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias, é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/hPP/fnCRwS

Brasil decreta sete dias de luto pela morte de Mandela

Internacional



Brasil decreta sete dias de luto pela morte de Mandela
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-12-06/brasil-decreta-sete-dias-de-luto-pela-morte-de-mandela
Dec 6th 2013, 12:55

Carolina Sarres e Danilo Macedo

Repórteres da Agência Brasil
Brasília – O Brasil terá sete dias de luto pela morte do ex-presidente da África do Sul, Nelson Mandela, contados a partir desta sexta-feira (6). O funeral de Mandela será no dia 15 de dezembro e a presidenta Dilma Rousseff viajará ao país para acompanhar a cerimônia. O ex-presidente será enterrado com honras de chefes de Estado e diversos líderes mundiais devem comparecer ao funeral.
No dia 10 de dezembro será realizada uma cerimônia nacional em memória do líder, no estádio de Soweto, em Johanesburgo. O corpo do ex-presidente ficará exposto na sede da presidência em Pretória, entre os dias 11 e 13 de dezembro. No dia, 15, Mandela será sepultado na aldeia de Qunu, no Sul do país, onde foi criado. A África do Sul terá luto nacional de uma semana, a começar no domingo (8).
Mandela foi o primeiro presidente negro da África do Sul, entre 1994 e 1999. Ganhador do Prêmio Nobel da Paz em 1993, o ex-presidente morreu aos 95 anos, vítima de complicações respiratórias. A morte do líder foi anunciada pelo presidente sul-africano Jacob Zuma, em uma transmissão televisiva.
Edição: Denise Griesinger

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir o material é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/hPP/fnCRwS

Mandela mostrou que vale a pena fazer política quando é para servir um povo, diz Gilberto Carvalho

Internacional



Mandela mostrou que vale a pena fazer política quando é para servir um povo, diz Gilberto Carvalho
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-12-06/mandela-mostrou-que-vale-pena-fazer-politica-quando-e-para-servir-um-povo-diz-gilberto-carvalho
Dec 6th 2013, 13:59

Danilo Macedo

Repórter da Agência Brasil
Brasília - O ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, lamentou hoje (6) a morte do ex-presidente da África do Sul Nelson Mandela. Carvalho disse que Mandela marcou a sua geração, é uma referência, além de ser uma pessoa que passou por sofrimento físico, discriminação e soube transformar tudo isso em esperança.
"[Mandela] teve a sabedoria de transformar esse sofrimento não em ódio, mas num combustível para recompor, para restaurar a dignidade de um povo", disse o ministro no início da tarde no Palácio do Planalto.
Carvalho também disse que Mandela é uma inspiração política e a morte dele dará mais energia para a luta contra as desigualdades sociais. "Acho que o Mandela é uma luz, uma estrela que se acende no céu para todos nós no sentido de que vale a pena fazer política quando você a faz para servir um povo, principalmente aqueles que são vítimas da exclusão, da discriminação."
Mandela foi o primeiro presidente negro da África do Sul, entre 1994 e 1999. Ganhador do Prêmio Nobel da Paz em 1993, o ex-presidente morreu ontem (5), aos 95 anos, vítima de complicações respiratórias. A morte do líder foi anunciada na noite de ontem pelo presidente do país, Jacob Zuma, pela televisão.

Edição: Juliana Andrade
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/hPP/fnCRwS

Ministros recebem rascunho do Pacote de Bali, em conferência da OMC

Internacional



Ministros recebem rascunho do Pacote de Bali, em conferência da OMC
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-12-06/ministros-recebem-rascunho-do-pacote-de-bali-em-conferencia-da-omc
Dec 6th 2013, 14:49

Carolina Sarres

Repórter da Agência Brasil
Brasília – Os ministros dos países-membros da Organização Mundial do Comércio (OMC), reunidos nesta semana em Bali, na Indonésia, para a 9ª Conferência Ministerial da organização, receberam hoje (6) os rascunhos revisados do acordo final do encontro. No texto, estão as alterações do Pacote de Bali - conjunto de medidas comerciais negociadas de forma atrelada.
De acordo com informações da OMC, o pacote foi renegociado nos últimos dias, depois que reuniões preparatórias, em Genebra, na Suíça não resultaram em um texto consensual. A questão dos subsídios à agricultura na Índia, que foi um dos maiores impasses da conferência, parece ter sido solucionada.
Segundo o rascunho do acordo sobre agricultura, os programas de segurança alimentar de países em desenvolvimento e de menor desenvolvimento relativo não serão questionados pela OMC, mesmo que envolvam a concessão de estímulo à produção agrícola. O assunto será revisado dentro de quatro anos. Apesar dessa solução, o rascunho não é a versão definitiva e ainda pode ser modificado.
O ministro das Relações Exteriores do Brasil, Luiz Alberto Figueiredo, que participa da conferência, se reuniu na manhã de hoje com chefes de delegações e com o diretor-geral da OMC, o diplomata brasileiro Luiz Alberto Figueiredo.

Edição: Denise Griesinger

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir o material é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/hPP/fnCRwS

Dilma irá ao funeral de Mandela na África do Sul

Internacional



Dilma irá ao funeral de Mandela na África do Sul
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-12-06/dilma-ira-ao-funeral-de-mandela-na-africa-do-sul
Dec 6th 2013, 12:01

Carolina Sarres e Danilo Macedo*

Repórteres da Agência Brasil
Brasília - O funeral do ex-presidente sul-africano, Nelson Mandela, será no dia 15 de dezembro, anunciou hoje (6) o atual chefe de Estado, Jacob Zuma. A Presidência da República informou que a presidenta Dilma Rousseff viajará ao país para acompanhar a cerimônia. Mandela será enterrado com honras de chefe de Estado. Diversos líderes mundiais são esperados para o funeral.
No dia 10 de dezembro será realizada uma cerimônia nacional em memória do líder, no estádio de Soweto, em Johanesburgo. O corpo do ex-presidente ficará exposto na sede da Presidência em Pretória, entre os dias 11 e 13 de dezembro.
No dia, 15, Mandela será sepultado na Aldeia de Qunu, no Sul do país, onde foi criado. O presidente decretou luto nacional de uma semana, a começar no domingo (8). "Vamos todos trabalhar juntos para organizar cerimônias dignas desse filho excepcional do nosso país e pai da nossa jovem nação", disse Zuma.
Mandela foi o primeiro presidente negro da África do Sul, entre 1994 e 1999. Ganhador do Prêmio Nobel da Paz em 1993, o ex-presidente morreu ontem (5), aos 95 anos, vítima de complicações respiratórias. A morte do líder foi anunciada pelo presidente do país, Jacob Zuma, pela televisão.
*Com informações da Agência Lusa
Edição: Graça Adjuto



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/hPP/fnCRwS

Papa Francisco homenageia Mandela pela construção de uma nova África do Sul

Internacional



Papa Francisco homenageia Mandela pela construção de uma nova África do Sul
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-12-06/papa-francisco-homenageia-mandela-pela-construcao-de-uma-nova-africa-do-sul
Dec 6th 2013, 11:05

Da Agência Brasil *
Brasília - O papa Francisco prestou hoje (6) homenagem ao líder Nelson Mandela por ter construído uma nova África do Sul e disse que espera que o exemplo dele inspire o país a lutar pela justiça e o bem comum. Em um telegrama enviado ao presidente sul-africano, Jacob Zuma, o pontífice elogiou o empenho mostrado por Nelson Mandela na defesa da dignidade humana para todos os cidadãos da nação e na construção de um novo país com base no fim da violência, na reconciliação e na verdade.
"Rezo para que o exemplo [de Mandela] inspire gerações de sul-africanos em colocar a justiça e o bem comum à frente das ambições políticas. Foi com tristeza que tomei conhecimento da morte e enviei condolências e orações a família Mandela, aos membros do governo e ao povo da África do Sul. "Peço a Deus que console e dê força a todos os que choram a morte", disse o papa.
A morte de Nelson Mandela, aos 95 anos, foi anunciada na ontem (5) à noite por Jacob Zuma motivando de imediato uma série de reações de pesar provenientes de diversas personalidades e instituições de vários setores de todo o mundo.
"A nossa nação perdeu o maior dos seus filhos", disse o presidente Jacob Zuma. De acordo com ele, a bandeira sul-africana permanecerá a meio mastro a partir desta sexta-feira até o funeral de Mandela, que terá honras de chefe de Estado. A data da cerimônia ainda não é conhecida, mas deverá ser informada ainda hoje.
Mandela foi o primeiro presidente negro da África do Sul, entre 1994 e 1999. Ganhador do Prêmio Nobel da Paz em 1993. Mandela morreu vítima de complicações respiratórias.
* Com informações da Agência Lusa

Edição: Valéria Aguiar





You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/hPP/fnCRwS

Conselho de Segurança da ONU aprova intervenção na República Centro-Africana

Internacional



Conselho de Segurança da ONU aprova intervenção na República Centro-Africana
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-12-06/conselho-de-seguranca-da-onu-aprova-intervencao-na-republica-centro-africana
Dec 6th 2013, 10:52

Carolina Sarres

Repórter da Agência Brasil*
Brasília - O Conselho de Segurança das Nações Unidas (ONU) aprovou resolução que permite a intervenção de forças internacionais na República Centro-Africana. Desde março, o país passa por uma crise causada pela substituição do então presidente François Bozizé pelo líder da coligação rebelde de maioria muçulmana, Seleka, Michael Djotodia. Esta semana, os conflitos se intensificaram.
A força que atuará no país, sob autorização da ONU, será liderada pela França – país do qual a República Centro-Africana foi colônia. Ontem (5), o primeiro-ministro do país, Nicolas Tiangaye, pediu que soldados franceses pudessem agir no país imediatamente depois da votação da resolução no Conselho de Segurança, cuja aprovação já era esperada. De acordo com o ministro das Relações Exteriores da França, Laurent Fabius, cerca de 1,2 mil soldados estão prontos para intervir na ex-colônia e se somarem aos 2,5 mil das forças da União Africana que já atuam no país.
A missão da força internacional terá um período de atuação inicial de 12 meses para cumprir diversas demandas do secretário-geral da organização, Ban Ki-moon, entre as quais está a criação de um fundo para apoiar a força de segurança da União Africana e a realização de uma conferência de doadores, apoiada pela União Europeia.
A possibilidade de a força da organização africana se tornar uma missão de manutenção da ONU não foi descartada. Para isso, no entanto, tem de haver nova deliberação e autorização do Conselho de Segurança.
A resolução aprovada na noite de ontem (5) determina diversas sanções, incluindo um ano de embargo ao país referente à compra de armas de fogo, munições, veículos e quaisquer outros equipamentos relacionados. Para administrar essas medidas, foi criado um comitê, que deverá se reportar ao conselho depois de 60 dias de trabalho.
"A intenção do Conselho de Segurança é a de rapidamente considerar a imposição de medidas direcionadas, inclusive o banimento de viagens e o congelamento de bens, contra indivíduos que ajam para minar a paz, a estabilidade e a segurança" informou a resolução.
Outra medida sugerida pela resolução é a de que o secretário-geral Ban Ki-moon estabeleça uma comissão internacional de inquérito, formada por especialistas em direitos humanos, direito internacional e humanitário, para investigar denúncias de violações e abusos cometidos desde janeiro.



A ONU estima que 400 mil pessoas, o equivalente a 10% da população do país, tenham fugido por causa do conflito.
*Com informações da ONU
Edição: Talita Cavalcante
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias, é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/hPP/fnCRwS

Morte não vai afetar relacões entre raças na África do Sul

Internacional



Morte não vai afetar relacões entre raças na África do Sul
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-12-06/morte-nao-vai-afetar-relacoes-entre-racas-na-africa-do-sul
Dec 6th 2013, 11:47

Carolina Sarres *

Repórter da Agência Brasil
Brasília - O Instituto Sul-Africano para as Relações entre as Raças considerou hoje (6) que a morte do ex- presidente Nelson Mandela não vai afetar o relacionamento entre as diferentes comunidades no país.
"A morte de Nelson Mandela não vai desestabilizar as relações raciais no país, contrariamente a alguns receios já manifestados", disse a responsável pela área de investigação do Instituto de Estudos Sociológicos, que analisa desde 1929 as relações entre comunidades sul-africanas, Lerato Moloi.
De acordo com ela, os sul-africanos mantêm hoje "relações apaziguadas", mesmo com Nelson Mandela afastado da vida política nos últimos anos. Para Lerato, a morte do primeiro presidente negro da África do Sul pode reforçar o sentimento de coesão nacional e racial que existe em vários setores da sociedade.
Para o professor de relações internacionais da Universidade de Brasília (UnB) Pio Pena Filho, a morte do líder não provocará mudanças na sociedade sul-africana ou em seu entorno.
"[A morte] não muda nada porque ele já estava fora de cena. O que fica agora é um vazio por conta da ausência dele, que foi um exemplo de líder de alcance mundial, pelo carisma e pelo exemplo de vida", explicou o especialista em história da África.
Segundo ele, não houve no século 20 um líder mundial com as características de Mandela e com a mesma expressão. "Ele representou a luta contra a desigualdade, a injustiça, o racismo e, sobretudo para o continente, a democracia - o que, para a África, é muito importante. Deu exemplo de um líder que assumiu a Presidência e passou o bastão para a frente por meio de eleições, paz e negociação.
O professor da UnB lembrou que líderes contemporâneos a Mandela tiveram reconhecimento, porém como homens de guerra, não de paz. "Em um século marcado por lideranças como [Adolf] Hitler, [Josef] Stálin, Mao [Tsé Tung],[Ronald] Reagan e o próprio [George] Bush -, ele não fez a guerra. Ele fez a paz. Não há um líder assim. Talvez alguém como [Mahatma] Ghandi", informou o especialista.
O primeiro-ministro indiano, Manmohan Singh, lamentou hoje a morte de Mandela e o descreveu como um "verdadeiro gandhiano".
*Com informações da Agência Lusa
Edição: Graça Adjuto



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/hPP/fnCRwS

África está desolada, diz presidenta da Comissão da União Africana

Internacional



África está desolada, diz presidenta da Comissão da União Africana
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-12-06/africa-esta-desolada-diz-presidenta-da-comissao-da-uniao-africana
Dec 6th 2013, 09:51

Da Agência Brasil *
Brasília – A presidenta da Comissão da União Africana (UA), Nkosazana Dlamini Zuma, disse hoje (6) que a África está desolada com a morte do líder Nelson Mandela, um "herói panafricano". Em nome da UA e do continente, a sul-africana Dlamini Zuma expressou pesar em comunicado pela morte de Mandela.
"Madiba [nome do clã de Mandela e pelo qual é conhecido carinhosamente na África do Sul] simboliza o espírito do panafricanismo e a solidariedade na luta da humanidade contra o apartheid, a opressão e o colonialismo. A sua morte é uma grande perda para a família, para o nosso continente e para a própria humanidade", disse Dlamini Zuma.
A representante da União Africana lembrou que, em 1963, antes de Mandela ser preso por 27 anos, ele visitou diversos países africanos que apoiaram a luta do líder sul-africano.
"Neste triste momento de dor, os nossos corações e pensamentos estão com a viúva, Graça Machel, a ex-mulher Winnie Madikizela-Mandela, filhos, netos e bisnetos e os povos da África do Sul e da África. Sentiremos sempre a falta de Tata (pai, no idioma zulu) Madiba Mandela", disse.
De acordo com ela, as bandeiras dos países-membros da UA ficarão a meio mastro pela morte de Mandela e um livro de condolências ficará aberto na sede da organização, na capital da Etiópia, Addis Abeba. A Comissão da UA vai criar um memorial em sua página na Internet para que os africanos possam enviar mensagens e condolências.
A morte de Nelson Mandela, aos 95 anos, foi anunciada pelo Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, em uma transmissão televisiva. Líder da luta contra o apartheid, Nelson Mandela foi o primeiro presidente negro da África do Sul entre 1994 e 1999.

*Com informações da Agência Lusa // Edição: Denise Griesinger

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/hPP/fnCRwS

Mais de 130 pessoas morrem em confrontos na República Centro-Africana

Internacional



Mais de 130 pessoas morrem em confrontos na República Centro-Africana
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-12-06/mais-de-130-pessoas-morrem-em-confrontos-na-republica-centro-africana
Dec 6th 2013, 08:45

Da Agência Brasil
Bangui - Mais de 130 pessoas morreram nos confrontos entre milícias e forças de segurança registrados nessa quinta-feira (5) em Bangui, capital da República Centro-Africana, informou hoje (6) a Cruz Vermelha.
"Registramos mais de 130 mortos até a noite passada, mas não visitamos todas as zonas de combate. Neste momento, não podemos 'fechar' a lista" de mortos, disseram fontes da organização.
O número supera o divulgado nessa quinta-feira pela organização Médicos Sem Fronteiras, cujo balanço apontava para pelo menos 50 mortos e cerca de 100 feridos, enquanto as autoridades estimaram o número de mortos em mais de uma centena.
A capital da República Centro-Africana amanheceu hoje com alguns incidentes violentos em distritos localizados ao sul, tendo sido registrados confrontos durante a noite em outros lugares da cidade.
No norte, oeste e sul de Bangui, testemunhas asseguraram que membros do grupo rebelde Séléka - cujo líder, Michel Djotodia, exerce como presidente a transição da República Centro-Africana - têm cometido abusos nessas áreas.
O Ministério de Segurança Pública anunciou, entretanto, o fehamento das fronteiras com a República Democrática do Congo, a partir de hoje.
A situação continua complicada na capital, apesar de o presidente francês, François Hollande, ter anunciado, esta noite, o início "imediato" da ação militar, depois de aprovada resolução pelo Conselho de Segurança da ONU que autoriza Paris a utilizar a força na República Centro-Africana.
O chefe de Estado informou que a França já conta com 650 militares na região, contingente que espera duplicar "nos próximos dias, para não dizer nas próximas horas", com um único fim: "salvar vidas".
As declarações de Hollande foram feitas horas depois de o Conselho de Segurança da ONU ter autorizado a intervenção de forças francesas na República Centro-Africana, em apoio a uma força pan-africana, para restaurar a segurança na antiga colônia francesa.
A resolução, aprovada por unanimidade, autoriza os soldados franceses a "tomar todas as medidas necessárias para apoiar a Misca (força africana na República Centro-Africana) no cumprimento do seu mandato".
A Misca poderá agir "por um período de 12 meses" e tem por missão "proteger os civis, restabelecer a ordem e a segurança, estabilizar o país" e facilitar a distribuição de ajuda humanitária na República Centro-Africana.
O país, de 4,5 milhões de habitantes, vive situação de caos desde o golpe de Estado de março, dado pela coligação rebelde Séléka, com origem na minoria muçulmana, que afastou o presidente François Bozizé.
A resolução prevê a eventual transformação da Misca em uma força de paz da ONU, a qual terá de ser aprovada pelo Conselho de Segurança, devendo o secretário-geral das Nações Unidas preparar um relatório sobre a questão nos próximos três meses.
O documento aprovado prevê ainda a criação de uma comissão de inquérito sobre os direitos humanos e o embargo de um ano às armas para o país.
*Com informações da Agência Lusa
Edição: Graça Adjuto



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/hPP/fnCRwS

Presidentes latino-americanos ressaltam legado de Mandela

Internacional



Presidentes latino-americanos ressaltam legado de Mandela
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-12-05/presidentes-latino-americanos-ressaltam-legado-de-mandela
Dec 5th 2013, 23:02



Leandra Felipe

Correspondente da Agência Brasil/EBC
Bogotá - Presidentes latino-americanos expressaram pesar pela morte do ex-presidente sul-africanoe Nelson Mandela na noite desta quinta-feira (5). O colombiano Juan Manuel Santos, o mexicano Enrique Peña Nieto e o venezuelano Nicolás Maduro enviaram mensagens pelo microblog Twitter. O presidente da Bolívia, Evo Morales, falou sobre Mandela em um pronunciamento.
Nicolás Maduro postou uma foto de Mandela e escreveu: "Nelson Mandela, até a vitória sempre! Líder dos povos que lutam. Da Venezuela, enviamos nosso amor". O presidente venezuelano também lembrou que a data da morte do líder africano coincide com os nove meses da morte de Hugo Chávez, falecido no dia 5 de março.
"Há nove meses da partida de nosso comandante, hoje outro gigante dos povos do mundo se foi. Madiba viverá para sempre!", disse.
Juan Manuel Santos, que lidera um processo de paz com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), exaltou o papel pacificador de Mandela. "Lamentamos profundamente a morte de Nelson Mandela. Seu legado se mantém como nosso guia para alcançar a paz", postou no Twitter.
Em sua conta no microblog, Enrique Peña Nieto lamentou em nome do México, a morte de Mandela enviando condolências ao povo sul-africano. "A humanidade perdeu um lutador incansável em favor da paz, da liberdade e da igualdade. Descanse em Paz, Nelson Mandela", declarou.
O presidente da Bolívia, Evo Morales, manifestou "profunda tristeza" pela morte do ex-presidente da África do Sul. Em um pronunciamento, na cidade de Cochabamba, Morales falou da importância de Mandela como ativista dos direitos humanos e que ele foi o símbolo da luta mundial contra o racismo.
"Ninguém se esquecerá do avanço dos povos desde a sua vitória, marcada pela queda do apartheid, tampouco de sua luta na prisão para melhorar o seu país", disse Morales.

Edição: Aécio Amado
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. É necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/hPP/fnCRwS

Explore o MAXX

Notícias
Nacional

Internacional
Finanças
Política
Justiça
Segundo Caderno
Esportes


Educação
Inovação

Serviços
Barra de Ferramentas

Buscador
Previsão do Tempo
Tradutor
Viagens

Entretenimento
Cultura

Famosos
MAXX FM
Música
Sobre Rodas
Stations (Busca Rádios)

Estilo de vida
Homem

Mulher

Chat
Amizade

Encontros
Livre
Paquera
Sexo (+ 18 anos)
Webmasters
Outras salas

Fale conosco
Atendimento Virtual
Avalie-nos
E-mail

Fone Fácil
Fórum
Reclame Aqui
Redes Sociais

Copyright 2008 - 2017 © Ouni - Todos os direitos reservados.
"O uso desse website significa que você aceita os Termos de Uso e a Política de Privacidade, em especial no que tange ao uso de cookies."

Informações Importantes | Política de Privacidade | Termos de Uso

Vá para o Ouni