Número de refugiados no Brasil triplica em 2013; sírios representam 43%

8 de janeiro de 2014

Internacional



Número de refugiados no Brasil triplica em 2013; sírios representam 43%
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2014-01-08/numero-de-refugiados-no-brasil-triplica-em-2013-sirios-representam-43
Jan 8th 2014, 18:49

Carolina Sarres

Repórter da Agência Brasil
Brasília – O número de refugiados no Brasil mais do que triplicou de 2012 para 2013, segundo balanço do Comitê Nacional para Refugiados (Conare), divulgado hoje (8) pelo Ministério da Justiça. No ano passado, foram expedidas 649 autorizações de refúgio para estrangeiros no país; em 2012, foram 199. Do total de pessoas para as quais foi concedido refúgio no ano passado, 283 têm a Síria como país de origem, o que representa 43,6%. Essas pessoas fugiram da guerra civil que atinge o país.
A crise na Síria também teve impacto no aumento do número de refugiados no mundo em 2013, diz o relatório Mid-Year Trends 2013 (em tradução livre, Tendências do Primeiro Semestre), divulgado em dezembro pelo Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (Acnur). Do total de 1,5 milhão de novos refugiados no primeiro semestre do ano passado, 1,3 milhão são da Síria. Mundialmente, elas se abrigam principalmente nos países vizinhos – Líbano, Turquia, Jordânia e Iraque.
Entre os países de origem de pessoas que conseguiram refúgio no Brasil em 2013 também estão a República Democrática do Congo, com 106 concessões, a Colômbia (87), o Paquistão (32) e a Angola (17). Entre os países da América do Sul, estão na lista a Bolívia (16) e a Venezuela (seis).
Todos os países em que foi verificado maior número de pedidos, tanto para o Brasil quanto para outras nações, têm histórico de conflito político, étnico e com disseminação de violência. A maioria é formada por Estados em desenvolvimento ou de menor desenvolvimento relativo – especialmente os da África.
De acordo com o Ministério da Justiça, foram enviados ao governo brasileiro, ao todo, 5,2 mil pedidos de refúgio em 2013 – mais do que em 2012, quando houve 2,1 mil. Segundo a legislação brasileira, o pedido de refúgio no país é autorizado quando há justificados temores de perseguição por motivos de raça, religião, nacionalidade, grupo social ou opinião política.
Edição: Juliana Andrade
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias, é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/hPP/fnCRwS

Governo cubano anuncia privatização dos serviços de táxis

Internacional



Governo cubano anuncia privatização dos serviços de táxis
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2014-01-08/governo-cubano-anuncia-privatizacao-dos-servicos-de-taxis
Jan 8th 2014, 19:26


Leandra Felipe

Correspondente da Agência Brasil/EBC
Bogotá – O governo cubano anunciou hoje (8) a privatização dos serviços de táxis no país. Assim que a decisão entrar em vigor, os taxistas passarão a ser autônomos e responsáveis pelos veículos que dirigem. De acordo com o Granma, jornal oficial do governo, a medida tem o objetivo de melhorar a qualidade do serviço de transporte no país.
"O sistema tradicional [estatal] não foi capaz de resolver inconvenientes", menciona o texto do jornal. De acordo com a publicação, o governo do presidente Raúl Castro está trabalhando na mudança do sistema.
Entre os problemas citados, estão irregularidades cometidas pelos taxistas, como apropriação dos lucros recebidos e a cobrança de valores acima da tabela estabelecida pelo governo. Além disso, o Granma destaca que a frota necessita ser trocada, porque os veículos são antigos e "envelhecidos".
O novo sistema prevê a criação de 20 agências de táxis que farão parte da empresa Táxis-Cuba, que, segundo o governo, será gerida pelos próprios taxistas. A maioria dos veículos será particular, mas ainda alguns estatais permanecerão em operação.
A privatização vai acontecer após um período experimental iniciado em 2010, em que o governo estabeleceu um sistema de aluguel dos táxis estatais na capital, Havana. De acordo com o diário, a experiência foi exitosa e, por isso, a mudança será efetuada.
Além da medida para os táxis, o governo de Raúl Castro também anunciou a liberação da venda de automóveis importados, opção que até agora era exclusiva de diplomatas e alguns cidadãos cubanos.
Com as mudanças, o governo mantém o objetivo de promover reformas no país . No ano passado, Castro anunciou que iniciaria um período de reformas econômicas, como a desregulação de empresas estatais, estimulo ao investimento estrangeiro, investimento tecnológico e maior abertura do mercado no país.
Quando foi reeleito em fevereiro do ano passado, Raúl Castro anunciou que este seria seu último mandato e que o país passaria por uma transição política e por uma modernização de seu modelo econômico.


Edição: Aécio Amado
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. É necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/hPP/fnCRwS

Coreia do Norte elege novos deputados em março

Internacional



Coreia do Norte elege novos deputados em março
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2014-01-08/coreia-do-norte-elege-novos-deputados-em-marco
Jan 8th 2014, 17:46

Da Agência Lusa
Seul - A Coreia do Norte vai eleger, no dia 9 de março, os novos deputados da Assembleia Popular Suprema, principal órgão legislativo do país, informou hoje a agência estatal KCNA. A eleição ocorrerá cinco anos depois do último pleito, em março de 2009.
A Assembleia Popular Suprema, dirigida pelo político Kim Yong-nam, é composta por 687 deputados que ocupam funções por um período de cinco anos.
O Partido dos Trabalhadores da Coreia do Norte tem ampla maioria no Parlamento, com 601 deputados.



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/hPP/fnCRwS

Chega a 20 número de mortos pelo frio nos Estados Unidos

Internacional



Chega a 20 número de mortos pelo frio nos Estados Unidos
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2014-01-08/chega-20-numero-de-mortos-pelo-frio-nos-estados-unidos
Jan 8th 2014, 17:01

Da Agência Brasil*
Brasília - A onda de frio que atinge os Estados Unidos começou a recuar nesta quarta-feira (8). As tempestades de neve e as baixas temperaturas, consideradas as menores dos últimos 20 anos, levaram as pessoas a ter sensação térmica de 50 graus Celsius (°C) abaixo de zero, e deixaram ao menos 20 pessoas mortas, segundo autoridades norte-americanas.
Estima-se que os prejuízos causados pelo clima sejam superiores a US$ 5 bilhões (cerca de R$ 11,8 bilhões). A tormenta chamada Hércules, que provocou fortes nevascas no Nordeste do país, desde o final da semana passada, e a onda de frio, que rompeu recordes em várias partes dos Estados Unidos, afetaram 187 milhões de pessoas.
O dia de hoje começou com céu limpo na maior parte dos 30 estados que tiveram expedidos avisos oficiais de emergêcia pelas baixas temperaturas. Hoje, foram cancelados 1,7 mil voos, número menor do que o de ontem. O frio, acentuado pelo vento que levou à sensação térmica de -40°C nos estados de Minesota e Wisconsin, obrigou o cancelamento das aulas em escolas de 14 estados no Centro e no Nordeste do país.
O deslocamento da frente fria polar - que geralmente fica restrita ao Polo Norte - levou temperaturas extremas às cidades de Boston, no estado de Massachussets, e a Knoxville, no Tennessee. O serviço de meteorologia estima melhora das temperaturas extremas e negativas para os próximos dias, ainda que o frio persista em mais de um terço do país.
Em Brasília, ontem, o Ministério das Relações Exteriores informou que não foi registrado nenhum acidente com vítima relacionado a brasileiros afetados pelo frio intenso nos Estados Unidos. Ainda assim, o ministério recomenda que brasileiros não viajem rumo à América do Norte sem um seguro que cubra gastos relacionados à saúde e a acidentes.
* Com informações da Telam
Edição: Beto Coura
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/hPP/fnCRwS

Apesar de protestos, governo do Paraguai não pretende aumentar salário mínimo

Internacional



Apesar de protestos, governo do Paraguai não pretende aumentar salário mínimo
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2014-01-08/apesar-de-protestos-governo-do-paraguai-nao-pretende-aumentar-salario-minimo
Jan 8th 2014, 16:26

Da Agência Brasil *
Brasília - O governo do Paraguai não tem a intenção de aumentar o salário mínimo, apesar dos recentes protestos de trabalhadores. As manifestações têm sido motivadas pela alta da inflação. Atualmente, o mínimo é 1.658.200 guaranis (cerca de R$ 850). O último reajuste do salário mínimo foi em abril de 2011, e os sindicatos de diversos setores de pedem reajuste de 25%, segundo eles, para repor as recentes perdas causadas pelo aumento do custo de vida.
De acordo com o ministro da Fazenda, Germán Rojas, não há o que justifique um pagamento mais alto. "Para considerar qualquer possibilidade de aumento, têm de ser cumpridos certos elementos e estudos, entre os quais a evolução da inflação", informou o ministro.
Esse é um os pontos em que há discordância entre o governo e setores da economia. O governo garente que a inflação é inferior a 10%, as centrais sindicais argumentam que está acima de 12% e tende a aumentar.
Ontem (7), as seis principais centrais sindicais do país anunciaram uma greve geral no dia 26 de março de 2014, para demonstrar insatisfação em relação à condução da economia do país pelo presidente Horacio Cartes.
As entidades representantes de trabalhadores rechaçam o que consideram uma política econômica neoliberal e privatizadora dos serviços públicos no país, o que afetaria negativamente a qualidade de vida da população.
O governo rejeita a opinião. Segundo o ministro da Fazenda, o orçamento de 2014 chega a US$ 13 bilhões (cerca de R$ 30,9 bilhões), dos quais 53% deverão ser usados em investimentos sociais - aproximadamente R$ 16,3 bilhões.
* Com informações da TV multiestatal Telsur


Edição: Beto Coura

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/hPP/fnCRwS

Acusações contra filha do rei da Espanha serão mantidas, diz juiz

Internacional



Acusações contra filha do rei da Espanha serão mantidas, diz juiz
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2014-01-08/acusacoes-contra-filha-do-rei-da-espanha-serao-mantidas-diz-juiz
Jan 8th 2014, 15:20

Da Agência Brasil *
Brasília – O juiz espanhol responsável pela condução do processo que acusa a filha do rei da Espanha, Juan Carlos, a infanta Cristina de Bourbon, de desvio de fundos e lavagem de dinheiro, acredita que o caso não será suspenso. Segundo José Castro, a sua decisão de condenar a infanta pelos crimes citados deverá ser mantida independentemente dos recursos que serão apresentados pela defesa em um prazo de cinco dias. Ontem (7), Castro apresentou o processo que envolve Cristina, que contém uma intimação para ela seja ouvida pela Justiça no dia 8 de março.
Se as acusações contra a infanta forem mantidas, Cristina poderá ter de cumprir penas de seis e cinco anos de prisão por desvio e lavagem de dinheiro, respectivamente. A filha do rei Juan Carlos está envolvida no processo por ser coproprietária da empresa de bens imobiliários Aizoon, com 50% do total. A outra metade pertence ao seu marido, Iñaki Urdangarín. A empresa teria desviado mais de 1 milhão de euros em fundos públicos, por meio do Instituto Nóos, investigado há anos por uso indevido de recursos públicos.
Esta é a segunda vez, em menos de um ano, que a filha caçula do rei enfrenta a possibilidade de ser julgada, fato inédito para um integrante da família real na história democrática da Espanha. De acordo com o advogado de Cristina, Miguel Roca, a defesa está preparando o recurso para interpor na Justiça.
"A infanta quer que se faça justiça. Isto é uma coisa séria em que estão em jogo direitos, interesses e avaliações", disse Roca.
Desde o final de 2001, a Justiça da Espanha investiga o marido de Cristina, Iñaki Urdangarín, e seu ex-sócio, Diego Torres, pelo desvio de mais de 6 milhões de euros em fundos públicos dos governos das Ilhas Baleares - um arquipélago no Mar Mediterrâneo que pertence à Espanha - e da província de Valência, no Leste do país.
Esses fundos foram adjudicados entre 2004 e 2007 ao Instituto Nóos para a organização de cinco eventos, para os quais não foi feita licitação. Parte do dinheiro foi usada para gastos da Aizoon - que pertence à infanta e ao marido.
Em abril deste ano, o juiz José Castro encontrou 14 indícios de cumplicidade presumida e colaboração necessária de Cristina de Bourbon com as atividades ilícitas do marido. No processo, o juiz descreve a empresa dos membros da família real como uma "sociedade criada para desviar fundos apropriados ilicitamente". Apesar dos indícios, a defesa recorreu da decisão de Castro.
Nos meses seguintes, por meio do rastreamento minucioso de contas, cartões de crédito, propriedades e declarações fiscais da infanta Cristina, o juiz encontrou novos indícios. Segundo ele, o casal usou verba da Aizoon para gastos estritamente pessoais, como viagens ao exterior, presentes, decoração, pagamento de empregados, entre outros. Para o magistrado, esses gastos não declarados podem constituir delito à Fazenda Pública.
* Com informações da Telam



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/hPP/fnCRwS

ONU pede ação imediata para reestabelecer a ordem no Maranhão

Internacional



ONU pede ação imediata para reestabelecer a ordem no Maranhão
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2014-01-08/onu-pede-acao-imediata-para-reestabelecer-ordem-no-maranhao
Jan 8th 2014, 12:50


Carolina Sarres

Repórter da Agência Brasil
Brasília - O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos pediu hoje (8) que as autoridades brasileiras tomem ações imediatas para restabelecer a ordem no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, na capital do Maranhão, São Luís, que tem passado por crise carcerária desde o ano passado, e que foi intensificada nas últimas semanas.
De acordo com o órgão, é lamentável ter de expressar preocupação com o "terrível" estado das prisões no Brasil. Em nota, o Alto Comissariado recomenda a redução da superlotação dos presídios brasileiros - não só no Maranhão - e o provimento de condições dignas aos detentos.
"Pedimos que as autoridades brasileiras conduzam investigações imediatas, imparciais e efetivas sobre esses eventos, processem os responsáveis e tomem as medidas apropriadas para colocar em vigor o Sistema Nacional de Prevenção e Combate à Tortura promulgado no ano passado", declarou o Alto Comissariado, sobre as mortes no presídio maranhense.
Em dezembro de 2013, a presidenta Dilma Rousseff assinou o decreto presidencial que instituiu o Sistema Nacional de Prevenção e Combate à Tortura. No momento da assinatura, Dilma disse que o Estado brasileiro não aceita nem aceitará práticas de tortura contra qualquer cidadão. Ontem (7), a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR) divulgou nota repudiando a violência no Maranhão.
Nesta semana, o Ministério Público do Maranhão defendeu que o governo maranhense peça reforço de forças federais para controlar a situação no estado, enquanto o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, avalia se vai pedir intervenção do governo federal nos presídios maranhenses.
Após o agravamento da situação do Maranhão, a organização não governamental (ONG) Anistia Internacional também manifestou preocupação com a crise carcerária. Hoje (8), o caso repercutiu negativamente na imprensa internacional, que considera desumana a situação dos presídios brasileiros.
Edição: Davi Oliveira
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias, é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/hPP/fnCRwS

Chuva forte isola 20 mil pessoas em Honduras

Internacional



Chuva forte isola 20 mil pessoas em Honduras
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2014-01-08/chuva-forte-isola-20-mil-pessoas-em-honduras
Jan 8th 2014, 13:02

Da Agência Lusa
Tegucigalpa - Cerca de 20 mil pessoas estão isoladas em diversas regiões de Honduras, na América Central, após chuvas torrenciais e o transbordamento de rios, informou hoje o governo hondurenho. De acordo com a Comissão para Situações de Emergência (Copeco) do país, a retirada da população no distrito de Atlantida, no Oeste, já foi determinada.
A terceira maior cidade do país, La Ceiba, a 400 quilômetros ao norte da capital, Tegucigalpa, foi particularmente atingida pelo mau tempo. No distrito de Colón, no Sudeste do país, a população também sofre com a forte chuva. Os habitantes locais foram alertados para o risco de cheias e de deslizamento de terra.



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/hPP/fnCRwS

Crise no Maranhão repercute na imprensa internacional

Internacional



Crise no Maranhão repercute na imprensa internacional
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2014-01-08/crise-no-maranhao-repercute-na-imprensa-internacional
Jan 8th 2014, 11:36

Carolina Sarres

Repórter da Agência Brasil
Brasília - A crise no sistema carcerário do Maranhão repercutiu negativamente nos últimos dias na imprensa internacional. Em veículos dos Estados Unidos, do Reino Unido, da Espanha e Argentina, a situação é considerada desumana.
Para os especialistas ouvidos pela emissora pública britânica BBC, as medidas tomadas pelas autoridades brasileiras em relação à crise – como a transferência de detentos e o controle das unidades pela Polícia Militar (PM) – são paliativas. No material da BBC, é sugerida a possibilidade da construção de presídios menores para que haja a separação de facções em diferentes unidades.
No caso da transferência, entende-se que o contato entre detentos de diversas facções pode agravar o problema, por meio da troca e da disseminação de técnicas de organização criminosa. Sobre a atuação da PM, a intervenção não resolveria o problema de forma estrutural, cujo gargalo é a falta de investimento.
A BBC ainda menciona a preocupação manifestada ontem (7) pela organização não governamental Anistia Internacional sobre os problemas no sistema penitenciário do estado e a medida cautelar decretada pela Comissão Interamericana de Direitos Humanos da Organização dos Estados Americanos (OEA), em dezembro de 2013, sobre a superlotação dos presídios maranhenses.
O canal norte-americano CNN cita um caso denunciado pelo juiz brasileiro Douglas Martins que visitou Pedrinhas e documentou a violência contra mulheres. Segundo ele, elas são obrigadas a ter relações sexuais com líderes de facções criminosas no interior do presídio.
No jornal espanhol El País, o Maranhão é considerado incapaz de apurar agressões em suas cadeias. A publicação cita a superlotação do Complexo de Pedrinhas – que foi construído para abrigar 1,7 mil pessoas e comporta atualmente mais de 2,5 mil – e informa que o local que deveria ser controlado por agentes penitenciários é dominado por facções criminosas.
O El País diz ainda que, apesar de o caso ser no Maranhão, o problema ilustra "o que ocorre na imensa maioria dos 1.478 presídios do país". O jornal informa que a crise maranhense não é uma novidade no Brasil e que o mesmo presídio já havia passado por uma rebelião em 2010, quando uma inspeção do Conselho Nacional de Justiça alertou para o potencial de crise no estado. A matéria espanhola lembra a medida cautelar expedida pela OEA e o apelo da organização para um presídio em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul.
A publicação menciona ainda a possibilidade de intervenção federal no estado, avaliada pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, que recebeu ontem (7) um relatório do governo do Maranhão sobre a situação do sistema carcerário.
Na página do jornal argentino Clarín, uma matéria menciona avaliação de 2011 do CNJ sobre o Complexo de Pedrinhas e a negociação com detentos na distribuição dos presos por pavilhões.
Edição: Talita Cavalcante
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir o material é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/hPP/fnCRwS

Governo turco demite chefes de polícia de 16 províncias

Internacional



Governo turco demite chefes de polícia de 16 províncias
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2014-01-08/governo-turco-demite-chefes-de-policia-de-16-provincias
Jan 8th 2014, 09:20

Da Agência Brasil*
Brasília - O governo turco demitiu hoje (8) chefes de polícia de 16 províncias. Uma série de desligamentos começou depois de uma investigação contra corrupção que envolve aliados políticos do primeiro-ministro, Recep Erdogan. As demissões têm sido adotadas como forma de conter o escândalo que atingiu o alto escalão do governo, com dez ministros de Estado substituídos.
Entre os chefes da polícia demitidos por meio de decreto do Ministério do Interior estão os de grandes cidades como a capital, Ancara; Izmir e Diyarbakir, no Sudoeste do país; e Antalya, no Sul. O chefe adjunto da Segurança Nacional também foi demitido. Ontem (7), mais de 350 policiais de Ancara perderam seus postos, incluindo chefes de unidades importantes, como a do Crime Organizado.
Com a crise no governo de Erdogan e a divulgação da investigação, o primeiro-ministro denunciou os fatos como uma conspiração estrangeira, deflagrada para desestabilizar seu governo. Em resposta, ele adotou as mudanças nos ministérios e na polícia.
Depois das baixas ministeriais, a população reagiu pedindo a demissão do próprio primeiro-ministro. A polícia teve de usar gás lacrimogêneo para dispersar uma manifestação com a participação de aproximadamente 5 mil pessoas nas ruas de Istambul.
*Com informações da Agência Lusa
Edição: Talita Cavalcante



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/hPP/fnCRwS

Julgamento de Mursi é adiado para 1º de fevereiro

Internacional



Julgamento de Mursi é adiado para 1º de fevereiro
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2014-01-08/julgamento-de-mursi-e-adiado-para-1%C2%BA-de-fevereiro
Jan 8th 2014, 09:08

Da Agência Brasil*
Brasília - O julgamento do ex-presidente egípcio Mohamed Mursi, destituído em julho de 2013 pelo Exército do país, foi adiado para o dia 1º de fevereiro porque as condições meteorológicas não permitiram o transporte do líder até o local, informou o juiz do tribunal da capital do Egito, Cairo, onde deveria ocorrer a sessão de hoje (8). Esta é a segunda vez que o julgamento é adiado. Isso já havia ocorrido em novembro, quando deveria ter começado o julgamento do ex-presidente. A sessão foi adiada devido a protestos na área externa do tribunal.
"Por causa das condições meteorológicas, Mohamed Mursi não pôde ser transportado, por isso o julgamento fica adiado para 1º de fevereiro", disse o juiz Ahmed Sabry Youssef, que deveria dar início à segunda sessão do julgamento sobre a incitação ao assassinato de manifestantes pelo ex-presidente egípcio, antes do golpe de Estado de julho de 2013.
Na primeira sessão do julgamento, que foi adiado, Mursi disse ser alvo de um "processo político" e acusou o tribunal e os juízes de falta de legitimidade.
Segundo a polícia, Mohamed Mursi está numa prisão em Alexandria, no Norte do Egito, e deveria ser transportado nesta quarta-feira de helicóptero se as condições meteorológicas permitissem.
*Com informações da Agência Lusa
Edição: Talita Cavalcante



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/hPP/fnCRwS

Maduro garante “mão de ferro” contra assassinos na Venezuela

Internacional



Maduro garante "mão de ferro" contra assassinos na Venezuela
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2014-01-08/maduro-garante-%E2%80%9Cmao-de-ferro%E2%80%9D-contra-assassinos-na-venezuela
Jan 8th 2014, 05:50

Da Agência Brasil*
Caracas - O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou nessa terça-feira (7) que seu governo terá "mão de ferro" contra assassinos de "homens e mulheres de bem" no país. "Quem matar vai ter uma resposta com mão de ferro, com autoridade democrática, com a Constituição na mão, mas não podemos aceitar isso, que ninguém duvide. Queremos a paz", disse.
Nicolás Maduro reagiu assim à notícia do assassinato da ex-miss Venezuela Mônica Spear Mootz, de 29 anos, por vários homens armados, que assaltaram o carro em que ela estava.
"Não vai haver tolerância com os que pretendam manter ações desse tipo, matar homens e mulheres de bem, que têm direito à vida" disse. Ele apelou "aos jovens que integram grupos violentos para cessar com os crimes já".
O presidente venezuelano disse ainda que será reestruturado o Programa Plano Pátria Segura de forma a melhorar a coordenação policial. "Na Venezuela tem que haver respeito pela lei, tem que haver ordem, tem que haver respeito pela vida", destacou Maduro.
A polícia venezuelana confirmou ontem que Mônica, que estava em visita ao país, foi assassinada depois de atacada por um grupo de homens armados. O automóvel em que seguia com o marido apresentou problema na estrada que liga Valência a Puerto Cabello. Os assaltantes mataram também o marido dela, o empresárioThomas Henry Berry, de 49 anos e nacionalidade irlandesa. No ataque ficou ainda ferida a filha do casal, de 5 anos.
As autoridades informaram que cinco pessoas foram detidas por suspeita de envolvimento no assassinato, entre eles dois menores.
*Com informações da Agência Lusa
Edição: Graça Adjuto



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/hPP/fnCRwS

Explore o MAXX

Notícias
Nacional

Internacional
Finanças
Política
Justiça
Segundo Caderno
Esportes


Educação
Inovação

Serviços
Barra de Ferramentas

Buscador
Previsão do Tempo
Tradutor
Viagens

Entretenimento
Cultura

Famosos
MAXX FM
Música
Sobre Rodas
Stations (Busca Rádios)

Estilo de vida
Homem

Mulher

Chat
Amizade

Encontros
Livre
Paquera
Sexo (+ 18 anos)
Webmasters
Outras salas

Fale conosco
Atendimento Virtual
Avalie-nos
E-mail

Fone Fácil
Fórum
Reclame Aqui
Redes Sociais

Copyright 2008 - 2017 © Ouni - Todos os direitos reservados.
"O uso desse website significa que você aceita os Termos de Uso e a Política de Privacidade, em especial no que tange ao uso de cookies."

Informações Importantes | Política de Privacidade | Termos de Uso

Vá para o Ouni