ONU quer conscientizar população sobre elo entre crime organizado e falsificação

14 de janeiro de 2014

Internacional



ONU quer conscientizar população sobre elo entre crime organizado e falsificação
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2014-01-14/onu-quer-conscientizar-populacao-sobre-elo-entre-crime-organizado-e-falsificacao
Jan 14th 2014, 12:27

Ana Cristina Campos

Repórter da Agência Brasil
Brasília - Uma nova campanha global do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (Unodc) foi lançada hoje (14) para conscientizar os consumidores sobre o tráfico ilícito de produtos falsificados, que movimenta cerca de US$ 250 bilhões por ano. A campanha "Produtos Falsificados: Não Financie o Crime Organizado" pretende informar aos consumidores que a compra desses itens pode colocar a saúde e a segurança do consumidor em risco, além de ter implicações éticas e ambientais.
A campanha é centrada em torno de um novo vídeo, que será lançado nesta terça-feira e passado na tela da Bolsa Eletrônica de Nova York, a Nasdaq. A produção vai ao ar em vários canais de televisão internacionais em janeiro. A campanha alerta aos consumidores que "as aparências enganam" e visa a informar sobre as graves repercussões desse comércio ilícito.
"Em comparação com outros crimes, como o tráfico de drogas, a produção e a distribuição de produtos falsificados apresentam uma oportunidade de baixo risco e alto lucro para os criminosos. A falsificação alimenta atividades de lavagem de dinheiro e estimula a corrupção. Há também evidências de envolvimento ou sobreposição [da falsificação] com o tráfico de drogas e outros crimes graves", disse o diretor executivo do Unodc, Yury Fedotov.
Segundo o Unodc, a falsificação de produtos representa um grave risco para a saúde e para a segurança do consumidor, que pode ser prejudicado com produtos perigosos e ineficazes. "Produtos falsificados com defeito podem levar a lesões e, em alguns casos, à morte", informa a entidade. Pneus, pastilhas de freio e airbags, peças de avião, eletrônicos, comida de bebê e brinquedos para crianças são alguns dos itens que podem ser falsificados.
Medicamentos fraudulentos, além de representar um risco sério para a saúde, fazem parte de um negócio lucrativo para quem está envolvido na atividade criminosa. De acordo com o Unodc, a venda de medicamentos fraudulentos da Ásia Oriental e do Pacífico apenas para o Sudeste Asiático e a África equivale a cerca de US$ 5 bilhões por ano.
Segundo a ONU, os grupos criminosos usam rotas e modos de operação similares para transportar mercadorias falsificadas e para contrabandear drogas ilícitas, armas e pessoas. Em 2013, o programa conjunto do Unodc e da Organização Mundial de Aduanas para o Controle de Contêineres (CCP, na sigla em inglês) detectou produtos falsificados em mais de um terço dos contêineres apreendidos, apesar de ter sido criado inicialmente para interceptar drogas.
Edição: Talita Cavalcante
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/hPP/fnCRwS

Manifestante contra referendo constitucional no Egito é morto em confrontos com polícia

Internacional



Manifestante contra referendo constitucional no Egito é morto em confrontos com polícia
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2014-01-14/manifestante-contra-referendo-constitucional-no-egito-e-morto-em-confrontos-com-policia
Jan 14th 2014, 11:30

Da Agência Brasil*
Brasília - Um homem de 24 anos morreu hoje (14) na cidade egípcia de Beni Suef, ao sul do Cairo, capital do país, durante confrontos com a polícia, que dispersou manifestantes em diversas cidades durante protestos contra o referendo constitucional que ocorre até amanhã. O homem era um simpatizante da Irmandade Muçulmana, que apoia o ex-presidente Mohamed Mursi deposto pelos militares, em julho de 2013, e foi atingido com um tiro na cabeça.
A polícia usou gás lacrimogêneo e armas de fogo para dispersar os manifestantes da Irmandade, que apelou ao boicote ao referendo e tenta dificultar o processo de votação. Por outro lado, o presidente interino do Egito, Adly Mansur, apelou aos eleitores que votem sim no referendo à nova Constituição como forma de apoiarem o plano de transição e a luta contra o terrorismo. A votação no referendo "não é só a favor da Constituição, mas também a favor do roteiro" de transição, disse Mansur depois de votar no Cairo. "O povo tem de mostrar ao terrorismo que não tem medo de nada", acrescentou.
No total, foram detidos simpatizantes da Irmandade no Cairo, em Alexandria, em Sohag e em Damoeta. No Cairo, registaram-se confrontos em várias regiões, sobretudo na Avenida das Pirâmides, no bairro de Giza, assim como na parte leste da capital, no distrito de Cidade Nasser, e a norte, em Heluan. Antes da abertura das urnas, uma bomba explodiu perto de um tribunal no bairro de Imbaba, no Cairo, sem ter deixado vítimas.
A nova Constituição altera a aprovada pelos islâmicos em 2012 – suspensa pelos militares em julho de 2013 após a destituição do presidente Mohamed Mursi.
*Com informações da Agência Lusa
Edição: Talita Cavalcante



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/hPP/fnCRwS

Atentado marca início de referendo da nova Constituição egípcia

Internacional



Atentado marca início de referendo da nova Constituição egípcia
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2014-01-14/atentado-marca-inicio-de-referendo-da-nova-constituicao-egipcia
Jan 14th 2014, 09:35

Da Agência Brasil*
Brasília - Uma bomba explodiu hoje (14) em frente a um tribunal da cidade do Cairo, capital do Egito, pouco antes de os locais de votação serem abertos para o referendo à nova Constituição do país – passo decisivo na legitimação do poder transitório, depois da destituição do ex-presidente Mohamed Mursi pelos militares, em julho de 2013. O atentado não deixou vítimas e é o último de uma série de ações violentas que ocorrem há meses no país mais populoso da região árabe, com cerca de 85 milhões de habitantes.
Mais de 52,7 milhões de eleitores estão convocados hoje e amanhã (15) a votar o novo texto constitucional. As previsões indicam que a Constituição deve ser aprovada fornecendo uma base legal ao Executivo de transição e abrindo o caminho para novas eleições legislativas e presidenciais que deverão decorrer até o final de 2014.
Na sequência do afastamento de Mursi, o Parlamento foi dissolvido e a Constituição, redigida por uma Assembleia Constituinte de maioria islâmica, recebeu diversas emendas.
A Aliança Nacional de Apoio à Legitimidade, uma coligação islâmica liderada pela Irmandade Muçulmana contra a deposição de Mursi, anunciou que vai boicotar o referendo.
O grupo Jovens contra o Golpe, ramo juvenil da coligação islâmica, também prometeu boicotar a consulta e promover atos de desobediência civil.
Os partidos e grupos incluídos na Frente de Salvação Nacional, o principal bloco da oposição que se opôs ao mandato de Mursi e que inclui seis partidos, anunciaram apoio à nova carta.
*Com informações da Agência Lusa
Edição: Talita Cavalcante



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/hPP/fnCRwS

Naufrágio mata mais de 200 pessoas que fugiam da guerra no Sudão do Sul

Internacional



Naufrágio mata mais de 200 pessoas que fugiam da guerra no Sudão do Sul
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2014-01-14/naufragio-mata-mais-de-200-pessoas-que-fugiam-da-guerra-no-sudao-do-sul
Jan 14th 2014, 08:06

Da agência Brasil*
Juba – Pelo menos 200 civis do Sudão Sul morreram hoje (14) em um acidente de ferry (balsa), no estado do Alto Nilo, quando fugiam de combates na cidade de Malakal, anunciou o porta-voz do Exército, Philip Aguer.
"As notícias que nos chegam dão conta de 200 a 300 pessoas, incluindo mulheres e crianças. O barco estava superlotado. Todos se afogaram. Eles fugiam dos combates que foram retomados na cidade de Malakal", disse Aguer.
Foram registrados fortes combates em Malakal, onde as forças rebeldes tentaram tomar o controle da cidade, que já mudou de mãos duas vezes desde que o conflito começou no Sudão do Sul, em 15 de dezembro.
"Há novamente combates dentro e em torno de Malakal", disse o representante das Nações Unidas no Sudão do Sul Toby Lanzer, acrescentando que a base das forças de manutenção de paz ficou cheia de pessoas a procurar abrigo, tendo o número de refugiados aumentado de 10 mil para 19 mil.
O Exército relatou ainda combates em outras áreas, como ao sul de Bor e em torno da cidade de Rajaf. Segundo as Nações Unidas, cerca de 400 mil civis fugiram de casa no último mês.
O conflito em curso desde 15 de dezembro afeta as rotas de abastecimento, leva os comerciantes a se deslocar e provoca aumento dos preços dos alimentos e dos combustíveis, além de levar à ruptura dos mercados locais, que são cruciais para as populações dependentes da agricultura e da pesca.
O Sudão do Sul, independente desde julho de 2011 do Sudão, é palco, desde 15 de dezembro, de combates entre as forças governamentais e rebeldes. Os combates, que se intensificaram no domingo, já causaram milhares de mortos e cerca de 200 mil deslocados.
Para evitar que a crise se transforme em uma guerra civil, vários países africanos estão envolvidos em esforços de mediação e tanto os Estados Unidos quanto a União Europeia enviaram representantes especiais para a região.
*Com informações da Agência Lusa
Edição: Graça Adjuto



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/hPP/fnCRwS

Explore o MAXX

Notícias
Nacional

Internacional
Finanças
Política
Justiça
Segundo Caderno
Esportes


Educação
Inovação

Serviços
Barra de Ferramentas

Buscador
Previsão do Tempo
Tradutor
Viagens

Entretenimento
Cultura

Famosos
MAXX FM
Música
Sobre Rodas
Stations (Busca Rádios)

Estilo de vida
Homem

Mulher

Chat
Amizade

Encontros
Livre
Paquera
Sexo (+ 18 anos)
Webmasters
Outras salas

Fale conosco
Atendimento Virtual
Avalie-nos
E-mail

Fone Fácil
Fórum
Reclame Aqui
Redes Sociais

Copyright 2008 - 2017 © Ouni - Todos os direitos reservados.
"O uso desse website significa que você aceita os Termos de Uso e a Política de Privacidade, em especial no que tange ao uso de cookies."

Informações Importantes | Política de Privacidade | Termos de Uso

Vá para o Ouni