Pelo menos 21 pessoas morrem durante atentado em restaurante no Afeganistão

18 de janeiro de 2014

Internacional



Pelo menos 21 pessoas morrem durante atentado em restaurante no Afeganistão
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2014-01-18/pelo-menos-21-pessoas-morrem-durante-atentado-em-restaurante-no-afeganistao
Jan 18th 2014, 13:13

Da Agência Brasil*
Brasília - Pelo menos 21 pessoas morreram em um atentado em Cabul, no Afeganistão, segundo fontes oficiais. Um policial dinamarquês, um funcionário russo das Nações Unidas, um cidadão britânico e dois norte-americanos estão entre as vítimas. O Ministério dos Negócios Estrangeiros da Rússia informou hoje (17) que o atentado da noite de ontem (16) matou um funcionário russo das Nações Unidas, e destacou que o ataque veio demonstrar que o "terrorismo está em ascensão no Afeganistão".
A embaixada dos Estados Unidos confirmou que pelo menos dois cidadãos norte-americanos estavam entre as vítimas do ataque, ocorrido num restaurante de Cabul. O embaixador, James Cunningham, condenou o ataque, classificando-o de "ato vergonhoso" e lembrou que "as vítimas estavam unidas pelo sentimento de humanidade compartilhada e pelo compromisso de ajudar a construir um futuro de paz para o Afeganistão".
A chefe da diplomacia da União Europeia, Catherine Ashton, declarou-se "triste com a morte de um membro dinamarquês da força policial da União Europeia e de um britânico que trabalhava na proteção da missão". "Condeno veementemente essa violência terrível e injustificável", disse Ashton, garantindo que "a União Europeia continua empenhada em continuar a apoiar o povo afegão".
Pelo menos 21 pessoas morreram, incluindo treze estrangeiros. O ataque ocorreu na hora do jantar, quando dois desconhecidos dispararam diversas vezes no interior do estabelecimento, relataram fontes oficiais. O ataque à Taverna do Líbano foi de imediato assumido pelos talibãs, que combatem o governo afegão e as forças internacionais estacionadas no país lideradas pelos Estados Unidos.
Edição: Talita Cavalcante
*Com informações da Agência Lusa



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/hPP/fnCRwS

Vaticano diz que cerca de 400 padres foram afastados por suspeita de pedofilia

Internacional



Vaticano diz que cerca de 400 padres foram afastados por suspeita de pedofilia
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2014-01-18/vaticano-diz-que-cerca-de-400-padres-foram-afastados-por-suspeita-de-pedofilia
Jan 18th 2014, 13:23

Agência Lusa
Cidade do Vaticano - O Vaticano disse hoje (18) que cerca de 400 padres foram afastados durante o pontificado do papa Bento XVI, devido às queixas de crianças abusadas sexualmente por clérigos.
"Em 2012, foram cerca de 100, enquanto que em 2011 foram cerca de 300", disse o porta-voz do Vaticano Federico Lombardi.
No entanto, a organização Snap, que junta vítimas de abusos sexuais por parte de membros da Igreja, disse em comunicado que essas medidas disciplinares não são suficientes e que "o papa deve afastar também os clérigos que encobriram crimes sexuais".
As revelações dos crimes sexuais cometidos por membros do clero e o encobrimento pelos seus bispos começaram na Irlanda e nos Estados Unidos há mais de uma década e têm abalado a Igreja Católica.
Bento XVI, que renunciou o ano passado e foi substituído pelo papa Francisco, prometeu tolerância zero para os sacerdotes que cometeram os abusos e o Vaticano informou que recebeu milhares de relatos de abuso de dioceses locais.
Em uma ação inédita, uma delegação do Vaticano teve de dar, no início desta semana, respostas às Nações Unidas sobre o seu compromisso para acabar com os abusos sexuais de menores por padres diante da Comissão de Direitos da Criança, em Genebra.
O papa Francisco disse na quinta-feira (16) que os católicos devem sentir "vergonha" pelos escândalos, mas as associações que juntam as vítimas dizem que ainda há falta de transparência e que não foi feito o suficiente para denunciar os abusos à polícia.
"As autoridades católicas devem ajudar a garantir que os clérigos que abusaram de crianças são acusados criminalmente", relatou o Snap em comunicado.





You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/hPP/fnCRwS

Explore o MAXX

Notícias
Nacional

Internacional
Finanças
Política
Justiça
Segundo Caderno
Esportes


Educação
Inovação

Serviços
Barra de Ferramentas

Buscador
Previsão do Tempo
Tradutor
Viagens

Entretenimento
Cultura

Famosos
MAXX FM
Música
Sobre Rodas
Stations (Busca Rádios)

Estilo de vida
Homem

Mulher

Chat
Amizade

Encontros
Livre
Paquera
Sexo (+ 18 anos)
Webmasters
Outras salas

Fale conosco
Atendimento Virtual
Avalie-nos
E-mail

Fone Fácil
Fórum
Reclame Aqui
Redes Sociais

Copyright 2008 - 2017 © Ouni - Todos os direitos reservados.
"O uso desse website significa que você aceita os Termos de Uso e a Política de Privacidade, em especial no que tange ao uso de cookies."

Informações Importantes | Política de Privacidade | Termos de Uso

Vá para o Ouni